MENU

Funcionários da USP fazem passeata no Butantã

Funcionários da USP fazem passeata no Butantã

Atualizado: Terça-feira, 1 Junho de 2010 as 12:09

Em greve desde o início do mês passado, os trabalhadores da USP (Universidade de São Paulo) marcaram uma passeata entre as ruas do Butantã (zona oeste de São Paulo) para esta terça-feira (1º), às 11h30.

Entre outras reivindicações, eles querem o fim do corte de ponto que já atinge 900 funcionários que aderiram à greve, segundo o Sintusp (Sindicato dos Trabalhadores da USP).

A reitoria também promete multar o sindicato pelo fechamento de prédios da universidade. A multa já chegou a R$ 74 mil. O cálculo foi feito com base em uma decisão judicial de 4 de maio, que determina que o Sintusp pague R$ 1.000 por dia para cada edifício bloqueado.

Três órgãos - a Coordenadoria do Campus, a Coseas e a antiga reitoria - estão com a entrada fechada desde o dia 5 de maio. O prédio central da ECA (Escola de Comunicação e Artes) sofreu piquete entre os dias 6 e 12 do mês passado. Já a sede da atual reitoria está bloqueada desde o último dia 25. Somando os valores, a multa ultrapassa os R$ 70 mil.

Magno Carvalho, diretor do Sintusp, disse que os grevistas ''não vão se intimidar com a reintegração de posse nem com a multa''.

veja também