MENU

Goiás reúne 246 municípios em conferências regionais

Goiás reúne 246 municípios em conferências regionais

Atualizado: Quinta-feira, 28 Maio de 2009 as 12

O estado de Goiás preparou 13 conferências regionais, com a participação dos 246 municípios, para discutir a construção do sistema articulado de educação, que é o tema da 1ª Conferência Nacional de Educação (Conae), a realizar-se em Brasília, em abril de 2010.

De acordo com a secretária estadual de educação de Goiás, Milca Severino Pereira, a mobilização pró-conferência começou nos municípios em dezembro de 2008, mas a concentração dos debates será no período de 3 a 26 de junho. Nesses 24 dias, os municípios vão se encontrar nos polos regionais para discutir o tema central e cada um dos seis eixos da conferência.

Para motivar a mobilização de pais, professores, gestores, sindicatos de trabalhadores e de empresários, universidades, ONGs, o estado deu a cada polo o nome de uma fruta do Cerrado, bioma predominante em Goiás. O polo pequi, por exemplo, reúne os municípios de Goiânia, Anápolis e Aparecida de Goiás.

O presidente da comissão nacional organizadora da Conae, Francisco das Chagas, que é secretário executivo adjunto do MEC, diz que o modelo de debates adotado por Goiás possibilita ampla participação da sociedade e dos setores da educação das escolas e dos municípios. "A descentralização das discussões é importante para que pais, professores, estudantes participem e opinem", diz. Chagas participou nesta quarta-feira, 27, do lançamento da conferência em Goiânia.

Milca Pereira explica que a preparação da conferência nacional tem a adesão das universidades públicas e filantrópicas do estado, dos institutos de educação, ciência e tecnologia de Goiás e o Goiano, e das entidades que representam professores, estudantes da educação básica e superior e os pais.

A secretária estadual de educação de Goiás destaca a importância da construção do sistema articulado de educação para o país, que é a proposta da conferência. Ela dá dois exemplos: a integração da gestão dos sistemas de ensino com as agências formadoras resultará em mais qualidade da educação; e o olhar da universidade para a educação básica abrirá caminho para a superação de muitos problemas de hoje, entre os quais, a formação de professores. O foco da conferência, segundo a professora Milca Pereira, não está nos conteúdos, mas nas políticas públicas.

O tema central da Conae é Construindo o Sistema Nacional Articulado de Educação: o Plano Nacional de Educação, diretrizes e estratégias de ação. Um documento-base preparado pela comissão nacional orienta os debates nas instâncias regionais e estaduais. Informações sobre calendários, lançamento de conferências estaduais, o documento-base e os seis eixos estão disponíveis na página eletrônica da Conae.

veja também