MENU

Hospitais de SP ganham postos de inscrição para curso de técnico em enfermagem

Hospitais de SP ganham postos de inscrição para curso de técnico em enfermagem

Atualizado: Sexta-feira, 31 Julho de 2009 as 12

O curso de técnico em enfermagem é gratuito. O público-alvo são os auxiliares de enfermagem da rede pública ou privada. As inscrições vão até o dia 25 de agosto e podem ser feitas em 27 unidades de saúde da Capital e também no site da Fundap.

Os interessados em fazer curso de técnico em enfermagem têm à disposição, de 3 a 18 de agosto, 27 unidades de saúde da Capital para fazer a inscrição. Os candidatos devem procurar, das 10h às 20h, os postos de atendimento instalados nas unidades em lugares de acesso ao público, como recepção e áreas de circulação de pessoas. (veja abaixo a lista com os endereços e datas para se cadastrar). Os primeiros seis postos já estarão abertos para inscrições, na Capital, nesta segunda e terça-feira, dias 3 e 4. Além destes locais, os interessados também podem se inscrever pelo site www.fundap.sp.gov.br.

O curso de técnico em enfermagem é gratuito e abrange todo Estado de São Paulo. O público-alvo são os auxiliares de enfermagem da rede pública ou privada de saúde que estejam ou não em atividade. No total, são oferecidas pelo governo paulista 100 mil vagas. As inscrições vão até o dia 25 de agosto. Para se inscrever, o candidato tem de apresentar carteira de identidade, CIC e o número do Coren (Conselho Regional de Enfermagem). O objetivo é capacitar todos os interessados num prazo de três anos.

A iniciativa está sob a coordenação da Secretaria de Gestão Pública, por meio da Fundap (Fundação do Desenvolvimento Administrativo). Participam ainda do programa o Centro Paula Souza, ligado à Secretaria de Desenvolvimento, e as secretarias da Saúde e da Educação.

A finalidade do programa - denominado de TecSaúde - é ampliar a formação escolar dos profissionais de saúde, aumentar a sua inserção no mercado de trabalho e melhorar a qualidade dos serviços prestados à população pela rede pública e privada de saúde, particularmente no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), em São Paulo.

O curso tem duração de 10 a 12 meses, dependendo da disponibilidade do candidato para conciliar as aulas com trabalho e estágio. A conclusão dos estudos aumenta a qualificação do candidato, que passa de auxiliar a técnico em enfermagem.

Para participar, os interessados devem ter certificação reconhecida de auxiliar de enfermagem. De acordo com o Coren, existem no Estado de São Paulo 190 mil auxiliares de enfermagem, dos quais 70% estão na região metropolitana da Capital e os demais, no Interior.

"No mercado competitivo de hoje, é preciso cada vez mais se aperfeiçoar profissionalmente. O curso vai possibilitar aos auxiliares de enfermagem ganhar qualificação, aumentando o seu grau de empregabilidade. Essa iniciativa também trará reflexos positivos na qualidade do atendimento que estes profissionais prestam à sociedade", afirma o secretário de Gestão Pública, Sidney Beraldo.

Inscrições

Além dos postos nas unidades de saúde, é possível se inscrever pela internet no site da Fundap (www.fundap.sp.gov.br.) Ali, os candidatos encontrarão a ficha cadastral, os requisitos do programa e as informações complementares sobre o curso. As dúvidas poderão ainda ser tiradas pelos telefones 3066-5660 ou 3066-5500.

Após fazer a inscrição, o candidato será contatado por e-mail, carta ou telefone pela escola da sua região que ministrará o curso. No comunicado constará o período da matrícula e o endereço da escola à qual deverá comparecer para efetuar a matrícula, bem como os documentos que deverá apresentar.

O secretário estadual de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, ressaltou a importância do programa. "Quando a educação se põe a serviço da saúde, cumpre com o justo propósito de contribuir com a função social do Estado de assegurar tratamento digno e de qualidade a toda a população", diz.

O curso de técnico de enfermagem terá duração de 690 horas, sendo 490 de aulas teóricas e 200 de estágio supervisionado pelas unidades da ETSUS (Escola Técnica do SUS do Estado de São Paulo). As turmas terão até 36 alunos e serão formadas conforme o preenchimento das vagas. As aulas, com duração de até 12 meses, começam a partir de setembro com a formação das primeiras turmas.

"Esta é uma iniciativa fundamental para aperfeiçoar o atendimento na rede pública de saúde. Queremos qualificar esses profissionais, que são responsáveis diretos pelos milhões de pacientes atendidos pelo SUS de São Paulo", afirma o secretário de Estado da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata.

Credenciamento das escolas

O Governo de São Paulo também está fazendo o credenciamento das escolas que irão ministrar o TecSaúde. Até esta sexta-feira, 31 de julho, término das inscrições, cerca 300 delas deverão estar aptas a participar do programa. Para se credenciar, a instituição deve ter promovido a graduação de pelo menos três turmas de técnico em enfermagem, nos últimos cinco anos. As escolas interessadas devem acessar o site da Fundap, onde terão à disposição o edital de credenciamento com requisitos de participação, além da ficha cadastral e informações sobre o programa.

O TecSaúde é inspirado no projeto de Profissionalização dos Trabalhadores da Área de Enfermagem (Profae), uma experiência bem-sucedida criada pelo Governador José Serra na época em que foi ministro da Saúde. O programa resultou na formação de 188.423 auxiliares de enfermagem e de 74.934 técnicos em enfermagem. A medida também permitiu que 15.957 auxiliares de enfermagem pudessem fazer curso de complementação do ensino fundamental. Promoveu ainda a formação de 13.161 enfermeiros como docentes de educação profissional.

Serviço

Inscrições: pelo site da Fundap (www.fundap.sp.gov.br.) ou unidades de saúde da Capital

Período das inscrições: de 14 de Julho a 25 de agosto de 2009

Convocação dos inscritos: para efetuar a matrícula, os candidatos inscritos serão chamados por telefone, carta ou e-mail

Início das aulas: primeiras turmas se iniciam a partir de setembro

Número de vagas disponíveis: 100 mil

Público-alvo: auxiliares de enfermagem em atividade ou não

Carga horária do curso: 690 horas (teóricas e práticas), que serão cumpridas em até 12 meses

Taxa: gratuita, incluído o material didático

Telefones para informações e dúvidas: (11) 3066-5660 ou (11)3066-5500

veja também