MENU

Instituto federal capacita professores em Mato Grosso

Instituto federal capacita professores em Mato Grosso

Atualizado: Terça-feira, 23 Junho de 2009 as 12

O campus de São Vicente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso faz um trabalho de capacitação de 160 professores de escolas públicas do estado em educação no campo. Esta semana, uma turma de 80 alunos de 20 municípios iniciou o segundo módulo da especialização, que aborda a agricultura familiar e a sustentabilidade.

A especialização é uma forma de oferecer qualificação em agroecologia a jovens de 18 a 29 anos do meio rural que ainda não concluíram o ensino fundamental. A especialização terá 360 horas e durará dois anos. Os alunos-professores terão oito encontros por ano, com duração de uma semana, chamados de tempo-escola. No intervalo dos encontros, os professores estarão nos municípios para qualificar os alunos, no tempo-comunidade.

"A alternância pedagógica é um sistema novo, que vai ao encontro da metodologia a ser utilizada pelos professores na capacitação dos jovens durante a aplicação do programa no meio rural", explica Silvana Alencar, pedagoga do instituto.

Para a professora Rebeca Carvalho, o curso contribuirá para diminuir a evasão escolar. "Com a capacitação, teremos melhores condições de atuar junto aos alunos", afirma. A também professora Ivanete Lara acredita que a especialização significará oportunidades. "Esses conhecimentos são novos para mim. Terei mais habilidades para lecionar com os jovens", destaca.

Além do campus de São Vicente, a especialização ocorre no município de Colider, no norte do estado. Cada professor da rede estadual trabalhará com turmas de 30 a 35 alunos. A meta da Secretaria Estadual de Educação é atender mais de cinco mil estudantes. O trabalho de capacitação é financiado pelo governo federal, que pretende alcançar 275 mil jovens até 2011.

veja também