MENU

Ministério da Educação fecha 512 vagas de Medicina

Ministério da Educação fecha 512 vagas de Medicina

Atualizado: Quinta-feira, 25 Novembro de 2010 as 4:05

O Ministério da Educação (MEC) fechou 512 vagas de Medicina – curso mais concorrido do Brasil atualmente - em 12 instituições particulares. O número equivale a uma redução de 3% nas 17,5 mil vagas da área existentes até o último Censo do Ensino Superior. Os cursos foram mal avaliados em 2007 e não conseguiram sanar os problemas até este ano.

As faculdades que tiveram o total de vagas reduzidas são dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Rio Grande do Sul e Amazonas. Elas estavam sendo supervisionadas por uma comissão presidida pelo cirurgião Adib Jatene desde que tiveram baixo conceito no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2007. Elas assinaram um compromisso com metas para oferecer qualidade, mas não conseguiram cumprir tudo.

O MEC decidiu então manter os cursos, mas com capacidade reduzida. A decisão foi publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União. Juntas, elas tinham 1.412 lugares para ingressantes em Medicina e agora têm 900.

Três instituições federais, a Universidade Federal da Amazônia, a Universidade Federal do Pará e a Universidade Federal da Bahia, estavam na mesma situação, mas não tiveram as vagas reduzidas. Segundo a Secretaria de Ensino Superior, a primeira cumpriu todas as exigências e o processo continua no caso das outras duas.

O MEC mantém processo similar para os cursos de Direito e Pedagogia que ainda estão em andamento.    

veja também