MENU

Ministro Fernando Haddad cancela férias após problemas no SiSU

Ministro Fernando Haddad cancela férias após problemas no SiSU

Atualizado: Sábado, 22 Janeiro de 2011 as 11:11

O ministro da Educação, Fernando Haddad, decidiu cancelar as férias, marcadas para o período entre 20 a 30 de janeiro, segundo informou a assessoria do ministério. De acordo com a assessoria, o cancelamento deve ser publicado no "Diário Oficial da União" na próxima semana.

Após os problemas com o sistema do SiSU (Sistema de Seleção Unificada), o ministro tinha decidido adiar as férias, mas depois de reunião com a presidente Dilma Rousseff na tarde desta sexta, o ministério anunciou o cancelamento.

Haddad justificou a decisão afirmando que não sairá antes que os problemas estejam resolvidos. "Vou concluir o processo. Gostaria de passar meu aniversário com a minha família, no dia 25. Se não for possível, vou passar em Brasília", disse.

O pedido de férias de Haddad foi publicado na edição de segunda-feira (17) no "Diário Oficial da União". Na mesma edição, Haddad assinava a exoneração do presidente do Inep, Joaquim Soares Neto, e a efetivação da reitora da UniRio, Malvina Tânia Tuttman, para o cargo.

Os problemas com o SiSU começaram no domingo (16), quando foram abertas as inscrições para o programa que seleciona os estudantes que fizeram o Enem. Muitos estudantes alegaram dificuldades para acessar o site. O excesso de tráfego, segundo o MEC, tornou o sistema lento. Para compensar, o ministério criou um limitador de tempo de uso da ferramenta.

Na noite de segunda-feira (17), após novas reclamações, o MEC realizou para verificar os problemas de lentidão e reforçar o sistema. Após esta manutenção, estudantes relataram que tiveram acesso a páginas de outros candidatos. Alguns afirmaram que tiveram as opções de cursos alteradas. O MEC admitiu que durante um período houve falha no sistema mas que não era possível alterar os dados de outro candidato.

Na quinta-feira (20), a Justiça Federal do Rio de Janeiro determinou que por causa dos problemas encontrados o prazo do SiSU deveria ser ampliado para até o dia 26. O MEC recorreu da decisão. Nesta sexta-feira, o Tribunal Regional Federal (TRF) deferiu o pedido feito pela Advocacia Geral da União (AGU), em favor do Ministério da Educação, para suspender a liminar que prorrogava as inscrições do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) até o dia 26 de janeiro aos estudantes do estado do Rio de Janeiro. Com a decisão, o MEC não precisará mais reabrir o SiSU. As inscrições foram encerradas às 23h59 desta quinta-feira.   Por: Fabio Tito

veja também