MENU

Ministro prevê reajuste em benefício destinado a bolsistas do ProUni

Ministro prevê reajuste em benefício destinado a bolsistas do ProUni

Atualizado: Quinta-feira, 14 Julho de 2011 as 4:36

O ministro da Educação, Fernando Haddad, pretende incluir na proposta de orçamento federal para 2012 a previsão de aumento na bolsa-permanência destinada a estudantes do Programa Universidade para Todos (ProUni). Haddad fez o anúncio na manhã desta quinta-feira, 14, no 52º Congresso Nacional da União Nacional dos Estudantes (Conune), em Goiânia.

A bolsa-permanência, de até R$ 300 mensais, é concedida a estudantes beneficiados com bolsa integral do ProUni matriculados em cursos presenciais de no mínimo seis semestres de duração e carga horária média superior ou igual a seis horas diárias de aula.

No congresso, que contou com a participação do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, o ministro destacou as realizações do governo federal na educação superior. Nos últimos oito anos, lembrou Haddad, o Brasil duplicou o número de vagas nas universidades públicas, criou mais um milhão em instituições particulares de ensino superior, por meio do ProUni, e garantiu receita de quase R$ 10 bilhões ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O ministro ressaltou a importância da participação dos estudantes na criação das políticas públicas para educação. “A dívida com a educação começou a ser paga”, disse Haddad.

Aberto na quarta-feira, 13, o 52º Conune vai até domingo, 17. No congresso, estudantes de instituições públicas e particulares discutem a educação superior no Brasil. Eles também vão eleger a nova diretoria executiva da União Nacional dos Estudantes (UNE).          

veja também