MENU

Minotauro revela que Anderson Silva pensou em se aposentar antes de estrear no UFC

Minotauro revela que Anderson Silva pensou em se aposentar antes de estrear no UFC

Atualizado: Quarta-feira, 18 Maio de 2011 as 1:04

Um dos maiores supremacias do UFC poderia nunca ter acontecido. Lenda viva do MMA e campeão dos pesos médios desde 2006, Anderson Silva pensou em se aposentar antes mesmo de estrear no principal campeonato da modalidade atualmente. Pelo menos é o que garante o seu companheiro de treinos, o também brasileiro Antônio Rodrigo Nogueiro, o Minotauro.

“Anderson estava um pouco desanimado e desmotivado por conta de seu desentendimento com Rudimar (fundador da academia Chute Box, que foi um dos grandes celeiros de lutadores brasileiro). As portas do Pride estavam fechadas, ele queria parar de lutar”, contou Minotauro.

O ‘Big Nog’ ainda explicou que foi exatamente nesta fase difícil que a equipe de treinos se uniu. Minotauro levou Anderson Silva para fazer uma luta na Bahia, que acabou em vitória contra Waldir do Anjos. Depois disso, excursões para Coreia e Inglaterra, que acabou terminando com mais triunfos do Spider.

“Nós arranjamos uma luta para ele na Bahia, perguntamos se ele estava disposto e ele aceitou. Ele fez esta luta na Bahia e depois fomos juntos para a Coreia. Depois, arrenjei algumas lutas na Inglaterra através de um contato de um amigo meu. Foi assim que nos unimos”, contou.

“Sempre fui um fã do Anderson. Lá atrás, encontrei com seu pai, e nós conversamos. Ele sempre me tratou muito bem. Ninguém fala muito no Japão, mas sempre tive uma boa relação com todo mundo. Sempre gostei de conversar com o Anderson. Ele é um cara muito respeitoso porque é um estudante das artes marciais”, completou.

Uma das melhores lutas do UFC, Anderson x Sonnen poderia nunca ter acontecido

Anderson Silva sofreu duas finalizações lutando pelo Pride, contra Daiju Takase e Ryo Chonan. As derrotas revelaram para os companheiros de treino uma grande deficiência do brasileiro: a luta no chão. Segundo Minotauro, foi feito todo um trabalho para corrigir este defeito, deixando Anderson mais confiável em seu jogo.

“Ele era muito bom no muay thai e era faixa marrom em jiu jitsu, mas não tinha um jogo de chão adequado para o MMA. Ele era muito bom no chão e tinha boa habilidade, mas não tinhas as técnicas de chão de Carlson Gracie. Ele não podia lutar daquela forma porque era menor e mais fraco que seus oponentes, os caras podiam sempre pegá-lo. Ele veio treinar com a gente no Brazilian Top Team e conseguiu as técnicas necessárias de chão, trabalhando comigo, com o Minotouro e com o Feijão”, afirmou Minotauro.

“Ele melhorou muito sua luta de chão e também evoluiu na luta em pé. Ganhou mais confiança para o caso de ter que levar a luta para o chão. Se ele quiser lutar no chão, ele tem as técnicas de chão do MMA, acho que foi muito bom para ele. Nós o ajudamos no jiu-jitsu e ele nos ajudou no mua thay”, fianlizou.  

veja também