MENU

''No ambiente virtual, o professor não será passivo'', Afirma Haddad

''No ambiente virtual, o professor não será passivo'', Afirma Haddad

Atualizado: Quinta-feira, 19 Junho de 2008 as 12

Ao lançar no último dia 18 de junho, o Portal do Professor, na internet, o ministro da Educação, Fernando Haddad, disse que não basta levar o computador e a banda larga às escolas, mas que é preciso cuidar dos conteúdos digitais e educacionais e da formação dos professores. ''No ambiente virtual, o professor não será passivo. Ele vai construir seu plano de aula, pesquisar, trocar práticas pedagógicas com colegas, vai ter um mundo aberto à sua frente.''

O ministro informa aos professores que o portal dá acesso a objetos de aprendizagem construídos por universidades do mundo todo e recolhidos por uma equipe de 50 professores e 150 estudantes de universidades públicas. O espaço virtual aberto hoje vai permitir ao professor ''alternativas á aula tradicional e acesso ao vídeo, ao áudio, à navegação por museus, portais de textos digitais'', disse Haddad. O ministro avalia também que a inclusão digital bem feita ? computador na sala de aula, acesso à internet e professor preparado para o uso das ferramentas ? afeta positivamente a qualidade da educação.

Outra vantagem dos computadores nas escolas é que para navegar na internet o aluno precisa ler e escrever. ''Então vamos ganhar também na aprendizagem da Língua Portuguesa?, explica Haddad. A inclusão digital em línguas estrangeiras é um dos próximos desafios que tem a Secretaria de Educação a Distância (Seed/MEC). Espanhol, inglês e francês são as línguas que devem entrar primeiro no Portal do Professor. A outra iniciativa será criar um manual de navegação impresso para usar nos programas de capacitação de professores.  Para o ministro, desafio é ''superar limites''.

Segundo o secretário de Educação a Distância, Carlos Eduardo Bielschowsky, além de congregar instituições nacionais, o Portal do Professor vai receber mais 600 objetos educacionais de diversos países, entre eles, Argentina, Chile e Colômbia.

Parceria

O Portal do Professor, que é um ambiente virtual de pesquisa e interativo, e o Banco internacional de Objetos Educacionais integram a política de qualificação da infra-estrutura das escolas da educação básica públicas urbanas e rurais. As escolas recebem laboratórios de informática e banda larga (acesso rápido à internet) e o MEC, em conjunto com as universidades e os sistemas de ensino estaduais e municipais, qualifica os professores nessas ferramentas. A política desenvolvida pelo Ministério da Educação é realizada em parceria com diversas áreas do governo federal, entre elas, os ministérios de Ciência e Tecnologia, Comunicações e Cultura.

Para a secretária de Educação Básica, Maria do Pilar, o portal é ''um ambiente amigável'' que favorece o contato do professor com as novas mídias e diminui a distância entre as gerações. ''Dentro das escolas há um choque de gerações. Os alunos utilizam melhor as ferramentas do que os professores''. Para Pilar, o Portal do Professor abre caminho para reduzir essas distâncias.

Portal

Espaço pra troca de experiências, o Portal do Professor traz seis itens: espaço da aula, jornal do professor, recursos educacionais, cursos e materiais, interação e colaboração e links.

O espaço da aula, por exemplo, oferece sugestões e orientações de aulas que podem ser comentadas e classificadas. O acesso é livre, sem necessidade de senha. Nesta quarta-feira, 18, o espaço traz 68 sugestões de aulas. Os professores podem também criar aulas e deixá-las no banco para acesso e edição posteriores e consultar aulas criadas por outros professores.

O item recursos educacionais coloca a multimídia ao alcance do professor. Os recursos são de acesso livre de senha e podem ser baixados no computador ou copiados em CD-rom, pendrive e, ainda, comentados e classificados. Hoje estão disponíveis 501 recursos. Neste item, o professor também pode participar de chat nas disciplinas de artes, ciências, história, geografia, línguas, matemática e tecnologia; de fórum, acessar notícias e fazer pesquisas sobre educação.

Em recursos educacionais, o professor vai encontrar seis recursos multimídia: áudio, vídeo, imagem, experimento, mapa, animação e simulação. No item experimento, por exemplo, a extração do DNA da cebola sugere ao professor a montagem de uma aula de ciências para as séries finais do ensino fundamental ou do ensino médio, sobre os conhecimentos básicos da extração de material genético (DNA) utilizando uma cebola.

veja também