MENU

Novos campi de Barretos e Araraquara abrirão 600 vagas no próximo ano

Novos campi de Barretos e Araraquara abrirão 600 vagas no próximo ano

Atualizado: Sexta-feira, 29 Outubro de 2010 as 4:16

Com cinco cursos em funcionamento e 320 alunos nas salas de aula desde agosto, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo recebeu oficialmente nesta quinta-feira, 28, dois campi nas cidades de Barretos e Araraquara.

As obras foram entregues pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, ao reitor do instituto, Arnaldo Augusto Borges. Para construir a infraestrutura física dos campi nesses municípios, viabilizar a contratação de professores e servidores administrativos, além de equipá-los, o Ministério da Educação investiu R$ 10,5 milhões.

Haddad observou que, com a interiorização da educação profissional e tecnológica em todas as unidades da Federação, os institutos, que já desempenham o papel de interlocução com os arranjos produtivos locais, devem ampliar essa função. A interlocução constante, explicou, vai orientar a formação da mão de obra para os setores produtivos, qualificar jovens e trabalhadores adultos e, como consequência, aumentar as oportunidades de emprego, renda e riquezas.

O Campus de Barretos tem 5,3 mil metros quadrados de área construída e abriu os cursos técnicos em agronegócios, eventos e manutenção e suporte de informática; o de Araraquara tem 3,8 mil metros quadrados e começou as aulas com os cursos técnicos mecânica e informática. No primeiro semestre de 2011, cada campus abrirá 300 vagas.

Com a entrega dos dois campi, o Instituto Federal de São Paulo tem 21 unidades em funcionamento e outras seis em obras nas cidades de Avaré, Campinas, Hortolândia, Presidente Epitácio, Registro e Votuporanga.

Outras ações – Em Araraquara, o ministro Fernando Haddad visitou a Escola Municipal de Ensino Fundamental Gilda Rocha Melo e Souza, que é parceira do programa Escola Técnica Aberta do Brasil (E-Tec) desenvolvido pelas secretarias de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) e de Educação a Distância (Seed) do MEC. Atualmente estudam na Escola Gilda Rocha 200 jovens e adultos em cursos técnicos de nível médio da E-Tec Brasil.

Em maio deste ano, a escola abriu 70 vagas em cursos para o segundo semestre e recebeu mais de 500 inscrições. Para o ministro, a procura demonstra o valor que a comunidade de Araraquara atribui a essa oportunidade de qualificação.

Em Barretos, Haddad destacou a abrangência das ações do governo federal em andamento no município: a cidade tem um polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) atendido pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), que oferece licenciaturas e graduação em outras áreas; e o ministério analisa dois projetos de construção de creches pelo programa Proinfância encaminhados pela prefeitura local.

Por: Rodrigo Dindo

veja também