MENU

Opinião:Internet é uma das aliadas do estudante na escolha da carreira

Opinião:Internet é uma das aliadas do estudante na escolha da carreira

Atualizado: Quinta-feira, 8 Setembro de 2011 as 10:02

Muito se tem falado sobre a escolha da carreira profissional nessa época do ano. Com as inscrições abertas, os alunos do ensino médio e cursinho estão às voltas sobre o que decidir. Nessa busca, vale todo tipo de ajuda. Como a internet, por exemplo. Através dela, pode-se saber um pouco sobre as carreiras e alguns de seus aspectos. Existem guias on-line e entrevistas com profissionais. Basta um clique e se entra no site das universidades, onde há informações sobre os cursos e suas características, grade das disciplinas, estágios e professores. Além de se obter informações sobre o processo seletivo, propiciando que o estudante se prepare adequadamente.

Para as provas, há diversos conteúdos, inclusive aulas on-line. Podem ser um complemento divertido e diferente para tanto estudo. Permitem, inclusive, que se fique atualizado sobre os diferentes acontecimentos do mundo. Por aí vai.

A utilidade da internet é grande. É um mundo virtual inserido no real. Pagam-se contas e se aplica dinheiro através dela. Consultas são marcadas e resultados de exames físicos são obtidos. Que, imediatamente, são encaminhados para o e-mail do médico.

Há as redes sociais que permitem que amigos participem uns da vida dos outros. Alguém tem um filho na Inglaterra e logo o amigo do Brasil vê a carinha do bebê. E nelas, uns vão se ligando aos outros num emaranhado de pessoas. De todos os tipos.   Perde-se bem a noção por onde andam as informações. Inclusive as pessoais. É necessário bastante cautela – o que deve e o que não deve ser exposto nesse universo?

Inclusive, por onde andam os filhos. Que caminhos eles vão encontrar e trilhar nesse mundo cheio de surpresas? Quem já não entrou num site com um nome qualquer e de repente – surpresa – era de conteúdo pornográfico? Ou então, quantos já não receberam um e-mail diferente, com alguma proposta fora da realidade? Quantos adultos não caem nessa? O que dirá crianças e adolescentes. Encontros suspeitos, ou negócios para ganhar muito dinheiro.

E daí, o que fazer? Proibir que os filhos usem a internet? Com certeza não. Provavelmente, vão usar as escondidas. Como comentamos, é ferramenta útil, usada inclusive pelas escolas. A maioria das pessoas utiliza e as crianças e adolescentes também devem usá-la.

Porém, os pais devem acompanhar o que os filhos andam fazendo dela. Que caminhos estão trilhando. Não é assim que fazem quando eles vão para algum lugar no mundo real? É assim que devem fazer no mundo virtual. Lembrando que lá as possibilidades são maiores. O que não quer dizer invadir o espaço on-line do filho sem que ele saiba. Ele deve saber que pode usar a internet com um limite de tempo – sempre. É o tipo de atividade que envolve a pessoa e ela acaba se esquecendo das outras coisas. Mas que, às vezes, os pais irão ver junto com eles o que fazem por lá. Como no mundo real.

Sempre alertando sobre seus perigos, mas sobre sua riqueza também. Essa é a obrigação dos pais: proteger os filhos e olhar o que estão fazendo – cuidando para não violarem sua intimidade. Ou agindo como um adolescente – fazendo as coisas às escondidas. Tudo tem que ser às claras e conversado.            

veja também