MENU

PF deflagra operação para prender quadrilha que vendia diplomas falsos

PF deflagra operação para prender quadrilha que vendia diplomas falsos

Atualizado: Terça-feira, 29 Junho de 2010 as 5:34

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (29) a Operação Formatura para desmantelar uma quadrilha que produzia certificados de conclusão e diplomas falsos de cursos à distância. A organização atuava em Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro e Santa Catarina.

Os diplomas eram referentes a cursos de ensinos médio e fundamental, de acordo com a polícia.

Segundo a PF, as investigações foram iniciadas em 2008, após denúncia recebida, via internet, pela polícia de Campo Grande, que instaurou inquérito para apurar as irregularidades e para identificar estabelecimento e pessoas envolvidas no esquema.

No total, a 5ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande expediu 59 mandados de busca e apreensão, sendo 25 em Mato Grosso do Sul, dois em Mato Grosso, 11 em São Paulo, um no Espírito Santo, cinco no Paraná, três no Rio de Janeiro e 12 em Santa Catarina.

Segundo a PF, dos 14 mandados expedidos para Campo Grande, dois se referem às empresas Paulistec e Instituto de Desenvolvimento, Estudos e Formação de Mão de Obra de Mato Grosso do Sul (Idefor). Os policiais fazem buscas na sede e na casa dos responsáveis da última, de acordo com a polícia.

No dia 31 de maio, a Delegacia do Consumidor de Campo Grande fechou uma escola da Paulistec devido à venda de diplomas falsos. Na ocasião, o dono e quatro pessoas foram indiciadas por estelionato e formação de quadrilha. Além disso, a Justiça determinou o bloqueio de um R$ 1,8 milhão da conta da família do dono do curso.

veja também