MENU

PF indicia ex-reitor da Ulbra por fraude e lavagem de dinheiro

PF indicia ex-reitor da Ulbra por fraude e lavagem de dinheiro

Atualizado: Sexta-feira, 28 Maio de 2010 as 4:27

A Polícia Federal (PF) do Rio Grande do Sul indiciou Ruben Eugen Becker, ex-reitor da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), na manhã desta quinta-feira (27), em Porto Alegre. Ele é um dos 11 investigados no caso de desvio de recursos da universidade e foi informado do indiciamento após prestar depoimento. O processo apura os crimes de estelionato, fraude, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. A verba desviada da universidade passaria de R$ 63 milhões.

O advogado de Becker, Daniel Gerber, foi procurado pela reportagem do G1 para comentar o caso, mas não retornou as ligações.

Uma ação conjunta da Receita Federal e da PF, entitulada Operação Kollektor, desencadeou a investigação em dezembro do ano passado. Foram cumpridos 23 mandados de busca e apreensão. Durante a operação, foram apreendidos malotes na casa do ex-reitor.

A assessoria de imprensa da Ulbra disse que a universidade não vai se pronunciar sobre o caso durante o curso do processo e, também, por se tratar de uma investigação sobre administração anterior.

Em dezembro, o advogado de Becker classificou como ''violenta e arbitrária'' a ação da PF. A defesa alegou que os policiais extrapolaram a determinação judicial confiscando materiais que em nada tinham a ver com a questão judicial.

veja também