MENU

Polícia Federal na Paraíba investiga suposto vazamento de prova do Enade

Polícia Federal na Paraíba investiga suposto vazamento de prova do Enade

Atualizado: Quinta-feira, 5 Novembro de 2009 as 12

A Polícia Federal investiga se houve vazamento na Paraíba de provas do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). O Ministério da Educação (MEC), que confirmou a aplicação do exame neste domingo, dia 8, negou que tenha havido fraude. A prova vai avaliar 15 áreas de graduação e sete cursos tecnológicos.

O ministério disse ao G1 que uma caixa com o exame foi aberta no Correio de Campina Grande por um funcionário do Fisco na sexta-feira (30) para verificar o seu conteúdo.

Como as provas continuavam em envelopes lacrados, a caixa, que contém identificação do MEC, foi, em seguida, relacrada. No entanto, ainda segundo o MEC, a Polícia Federal foi informada do ocorrido nesta semana por meio de uma denúncia e recolheu a caixa para perícia. Levada para João Pessoa nesta quinta (5), teria sido constatado que as provas não foram violadas.

No final da manhã desta quinta-feira, dia 5, a Polícia Federal concedia uma entrevista à imprensa sobre o caso. O G1 não conseguiu contato com o órgão.

Esse foi o segundo episódio de suspeita de vazamento da prova do Enade. No dia 20 de outubro, policiais rodoviários federais no Rio de Janeiro encontraram caixas sendo transportadas em uma caminhonete na altura da cidade de Três Rios, no Sul Fluminense. Segundo os policiais, quatro caixas estavam sem lacre de segurança.

O Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF/DF) chegou a investigar o caso e concluiu que o sigilo do Enade não havia sido violado. No entanto, na ocasião, a procuradoria fez uma recomendação ao MEC para que aprimorasse o sistema de segurança de suas provas.

veja também