MENU

Portal da Educação abre novos espaços para alunos, professores e comunidade

Portal da Educação abre novos espaços para alunos, professores e comunidade

Atualizado: Quarta-feira, 6 Maio de 2009 as 12

A partir desta terça-feira, 5 de maio, todos os alunos e professores da rede pública municipal passam a contar com novos serviços no Portal da Educação. Entre eles, a criação de um e-mail próprio, com a extensão @sme.prefeitura.sp.gov.br.  Para fazer parte dessa rede basta que eles se cadastrem no Portal da Educação (www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br ), que agora ganha maior interatividade. A medida vai beneficiar aproximadamente 1,1 milhão de alunos e cerca de 76 mil profissionais da área da Educação. O lançamento foi na sede da Prefeitura e contou com as presenças do prefeito Gilberto Kassab e do secretário municipal da Educação, Alexandre Schneider.

O projeto foi desenvolvido a partir do conceito de transparência total e será alimentado com dados inseridos diretamente pelas escolas, por meio do sistema de gerenciamento Escola Online (EOL). Com o novo Portal, o público poderá  verificar o andamento do trabalho da Secretaria. Entre as informações, o munícipe encontrará o número de alunos matriculados em cada escola, o total de educadores e demais funcionários que trabalham em cada unidade, que tipo de obra está sendo executada em cada prédio escolar, o valor do contrato da obra e que empresa está realizando o serviço, o que é oferecido no cardápio escolar, etc.

Além de conter a mais completa radiografia da educação pública da cidade, com todos os dados físicos e orçamentários de cada uma das escolas, o Portal ganhou novo desenho e áreas exclusivas para educadores e alunos, que vão poder trocar experiências, criar e participar de fóruns, publicar artigos, relatar experiências de sucesso e muito mais. Esta iniciativa é inédita no Brasil, pois é a primeira vez que uma Secretaria Municipal de Educação coloca tantos dados disponíveis na Internet à população.  

Desenvolvido em parceria com a Microsoft, e sem qualquer ônus para a Prefeitura, o Portal da Educação contou com o trabalho das equipes de Tecnologia de  Informação da Secretaria Municipal da Educação e da Prodam, e também com a participação de todas as escolas, que por meio do sistema Escola On-line (EOL), inseriram dados físicos e econômicos, sistematizados automaticamente todos os meses.  

Kassab ressaltou que o Portal tem uma importância extraordinária, porque é a oportunidade que a Prefeitura de São Paulo oferece à população de  acompanhar todas as ações envolvendo a gestão do ensino público. Como exemplo, o quanto está sendo gasto em uma reforma e o que está sendo servido na merenda. "As pessoas que pagam impostos em São Paulo vão saber quantos funcionários têm na escola, e se eles estão comparecendo ao trabalho", assinalou.

Para o prefeito esta fiscalização vai ajudar a melhorar a qualidade de ensino na cidade. "Nossa meta é nos aproximarmos o mais rápido possível da excelência em termos de transparência e de gestão. No momento em que a Prefeitura apresenta os dados com este detalhamento, com atualização on-line, trazemos para nossa gestão a fiscalização da opinião pública", acrescentou.

Com os novos serviços do Portal, o prefeito acredita que a população participará com  sugestões para o aperfeiçoamento  na área. "São Paulo cresceu muito. É um dos maiores centros urbanos do mundo. E com instrumentos como este vamos conseguir melhorar nossa gestão. Se tem algo que nos dá muito orgulho são os avanços na área do ensino municipal. Esta é a melhor gestão de ensino das últimas décadas. Os problemas existem, mas lançando este site, estamos convidando a todos para nos ajudar a eliminá-los em termos de gestão. Com esta divulgação todas as metas das nossas ações poderão ser compartilhadas com toda a população, inclusive com a imprensa, no intuito de  melhorar a qualidade. São Paulo será um exemplo para o Brasil, mostrando que é possível sim a transparência", falou.              

O secretário municipal da Educação, Alexandre Schneider, detalhou que também estará disponível no Portal a publicação do  programa "Ler e Escrever Para Alunos Surdos", que é muito solicitado pelas secretarias de Educação de outras cidades.

Creches

O prefeito também fez um balanço dos investimentos na área da Educação e disse que houve avanço em sua gestão na ampliação do número de vagas em creches. Segundo o  secretário Schneider, só este ano foram geradas oito mil novas vagas. "Se retrocedermos à gestão anterior foram criadas 8 mil vagas por ano. E a atual administração dobrou o número de vagas em creches. Saímos de 60 mil crianças matriculadas em janeiro de 2005, saltando para 120 mil vagas. Ninguém no Brasil fez o que a Cidade de São Paulo fez na área de Educação Infantil. Reconhecemos que temos que caminhar muito mais, e vamos  avançar no sentido de  zerar o número de crianças nas filas por uma vaga", afirmou.

veja também