MENU

Prefeitura cria novo critério para avaliação de qualidade das escolas

Prefeitura cria novo critério para avaliação de qualidade das escolas

Atualizado: Domingo, 31 Julho de 2011 as 9:32

O secretário municipal da Educação de São Paulo, Alexandre Schneider, apresentou nesta quarta-feira (27) um novo índice para avaliação dos cerca de 500 mil alunos do ensino fundamental da capital paulista. O Índice de Qualidade da Educação (Indique) levará em consideração a realidade socioeconômica na qual a escola está inserida e deve ajudar a Prefeitura a estabelecer políticas públicas para o setor.

Desde 2007, os estudantes são avaliados pela Prova São Paulo, que é aplicada para alunos da 2ª,4ª, 6ª e 8ª. O novo indicador, além de levar em conta os resultados da Prova São Paulo, irá considerar também o patamar de aprendizado dos estudantes, a melhoria dos resultados da escola ao longo dos anos e o perfil socioeconômico com o qual cada unidade escolar trabalha.

Considerará também todos os alunos matriculados, sendo que os estudantes que não participarem da avaliação receberão nota zero. É possível consultar o site da secretaria, onde há um espaço para dúvidas sobre o Indique.

“Ele permite que a cidade possa enxergar como estão as suas escolas e como a própria secretaria está trabalhando para garantir que todos os alunos tenham direito a um ensino de qualidade”, afirmou Alexandre Schneider.

De acordo com o secretário, o índice representa um aprimoramento na avaliação do desempenho das escolas. “A gente passa a levar em consideração também as condições nas quais a escola está inserida: qual o público que ela atende, quais são as crianças. Todo esse conjunto de informações pode nos ajudar a compreender os resultados das crianças nas provas”, disse.

“Às escolas que estão em um nível mais baixo, nós vamos pedir um esforço maior para elas possam melhorar os seus resultados, mas vamos apoiá-las porque, muitas vezes, elas estão em regiões mais vulneráveis e, portanto, elas precisam de mais apoio da secretaria do que aquelas escolas que estão em boas condições”, declarou o secretário.

Sem ranking- O Indique 2011, que deve ser divulgado em janeiro, já terá como base os resultados da Prova São Paulo aplicada no mês de novembro dos últimos três anos. Não será divulgado um ranking das escolas. Os pais dos alunos e as escolas devem receber antes disso o resultado dos alunos e a explicação dos níveis de classificação. A secretaria estabeleceu cinco fatores para compor esse indicador: desempenho, nível, melhoria, resultado e esforço.

Bônus- O Indique também será utilizado para o cálculo de uma nova política de bonificação para os profissionais da educação. A partir de 2012, além da assiduidade, o pagamento do Prêmio de Desempenho Educacional (PDE) a esses profissionais levará em conta o resultadodo novo índice.

fonte: G1

veja também