MENU

Preparação para exame da OAB leva candidatos a maratona de estudos

Preparação para exame da OAB leva candidatos a maratona de estudos

Atualizado: Sexta-feira, 15 Julho de 2011 as 4:40

Uma maratona de dez horas de aulas reúne cerca de 700 candidatos ao Exame de Ordem da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nesta sexta-feira (15) em São Paulo. Outras cerca de 30 mil pessoas acompanham as aulas em vídeo ao vivo em todo o país. A preparação é para a primeira fase do exame, que será realizado no domingo (17). A prova tem 121.309 inscritos.

Exame da OAB leva centenas de candidatos a maratona de estudos em SP (Foto: Fernanda Nogueira/G1)

  A alta reprovação do exame, que chegou a 90% dos cerca de 104 mil participantes na última edição, provoca tensão entre os participantes do curso. A plateia assiste às aulas com atenção. Todos aparentam preocupação e só se descontraem quando os professores usam o humor para motivá-los.

Professor Felipe Lima leva estudante ao palco

durante aula (Foto: Fernanda Nogueira/G1)

  A primeira fase da prova será aplicada neste domingo (17), das 14h às 19h (horário de Brasília). Os candidatos terão de responder 80 questões. A prova prático-profissional, segunda fase do exame, ocorre em 21 de agosto, das 14h às 19h. Nesta prova, os candidatos terão de redigir uma peça profissional e responder quatro questões.

As aulas são shows, com professores andando de um lado para outro e brincando o tempo todo com a plateia. O professor Felipe Lima chama uma aluna ao palco, coloca-a em uma cadeira, faz a jovem fechar os olhos e imaginar-se como delegada federal, o cargo público almejado por ela após ter a carteira da OAB. Deita-a em três cadeiras, tira a do meio, faz a garota ficar deitada, com o corpo firme, sobe sobre ela por alguns segundos. Depois de tudo, pergunta se ela acha que aceitaria ter ido até lá se ele contasse o que ia fazer, ela responde negativamente com a cabeça. Ele explica que a apresentação mostra como ela deve acreditar no próprio potencial.

Enquanto as aulas acontecem, um grupo de massagistas atende os estudantes mais estressados. Jucemari Rodrigues, de 41 anos, fica na fila para passar pela sessão. Formada em 2008, tentará passar no exame pela quinta vez. Chegou a perder um emprego por não ter sido aprovada. Hoje, atua em assessoria jurídica. “Faço tudo, mas não posso me envolver nos processos. É muito triste”, disse.     Sergio Ferraz, de 27 anos, também fará a prova pela quinta vez. O jovem diz acreditar que a falta da carteira é o motivo por estar desempregado. “A prova é muito difícil, mas necessária pelo alto número de cursos e pelo que mostram as avaliações do MEC”, disse.

Rosângela Melo, de 32 anos, tenta o exame pela quarta vez. Inscreveu-se no curso para relembrar o conteúdo, mas diz que não estudou para a prova. “Vou fazer, porque tem que fazer. Estudei cinco anos para isso”, disse. Para Rosângela, a prova cobra conteúdos que as faculdades não dão. “O penúltimo exame teve uma prova incoerente”, afirmou.

Candidatos ao exame da OAB passam por sessão

de massagem (Foto: Fernanda Nogueira/G1)

  O juiz federal do Rio de Janeiro William Douglas, conhecido como “guru dos concursos”, conta em sua aula de 20 minutos que foi reprovado em vários concursos públicos antes de ser aprovado pela primeira vez. Depois disso, conquistou várias vagas. “Os candidatos têm que se comportar como estivessem em ritmo de concentração para um jogo final de Copa, fazer treino leve, sem exagero e considerar que está chegando o grande dia.”

Aos candidatos à prova deste domingo, o coordenador do curso da OAB da Rede LFG, Nestor Távora, sugere que estudem até este sábado à tarde. “Estudar à noite e na manhã de domingo é proibido. Se tiver cansado, o rendimento diminui substancialmente.” A maratona de aulas acabará na noite desta sexta-feira com um show musical.          

veja também