MENU

Professores canadenses vêm conhecer escolas técnicas que atuam no projeto Mulheres Mil

Professores canadenses vêm conhecer escolas técnicas que atuam no projeto Mulheres Mil

Atualizado: Quarta-feira, 3 Dezembro de 2008 as 12

Professores de instituições de ensino superior canadenses estão no Brasil para conhecer 13 centros federais de educação profissional e tecnológica (Cefets). As visitas fazem parte do projeto Mulheres Mil, desenvolvido pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) em parceria com universidades (colleges) canadenses especializadas na escolarização de populações desfavorecidas, em especial aborígenes, emigrantes de baixa escolaridade, mulheres violentadas e grupos de risco.

O projeto Mulheres Mil pretende atender mil mulheres das regiões Norte e Nordeste. Além de elevar a escolarização formal, ensina ofícios, como moda e reciclagem. As mulheres têm ainda aulas sobre empreendedorismo, nas quais aprendem a fundar cooperativas e a entender como funciona o microcrédito.

Nesta quarta-feira, dia 3 de dezembro, O Cefet da Paraíba recebe a especialista canadense Janick Chevarie. Até sexta-feira, ela deve visitar a cidade de Bayeux, onde artesãs, pescadoras e marisqueiras recebem capacitação educacional e profissional para melhoria de renda e promoção da cidadania. Janick é a representante do Cegép de la Gaspésie et des Îles, instituição da província de Quebec. No mesmo período, o Cefet do Piauí recebe comitiva composta pelos professores John Brennan, do New Brunswick Community College, John Pierre Miron e Adeline Quattre, do Mare-Victorin College.

Por enquanto, o Mulheres Mil é um projeto-piloto desenvolvido em 13 Cefets de 11 estados. A intenção, entretanto, é torná-lo uma política pública que alcance todas as escolas técnicas do país.

Sugestão de Imagem: Z:WEBMateriasBrasil_Canada

veja também