MENU

Professores da rede municipal do Rio de Janeiro fazem paralisação de 24 horas nesta quinta

Professores da rede municipal do Rio de Janeiro fazem paralisação de 24 horas nesta quinta

Atualizado: Quinta-feira, 26 Agosto de 2010 as 10:53

O Sepe (sindicato Estadual dos Profisisonais do Rio de Janeiro) convocou uma paralisação de 24 horas da rede municipal do Rio de Janeiro para esta quinta-feira (26).  O protesto será às 13h, em frente à Câmara de Vereadores da capital fluminense.

Segundo o Sepe, que não é filiado a nenhuma central sindical, o motivo é a mudança de regime da previdência dos servidores encaminhada pelo prefeito Eduardo Paes (PMDB).

Nessa proposta, a prefeitura pede fim da integralidade e da paridade para os funcionários inativos que venham a integrar o corpo de servidores da Prefeitura. Isso significa que, uma vez aprovada a proposta, os futuros funcionários não receberam o salário total durante a aposentadoria e não estarão incluídos automaticamente nos reajustes salariais do corpo de servidores ativos como acontece atualmente.

Na interpretação do sindicato, "há brechas" para que a mudança já ocorra com os servidores que estão na ativa, segundo um dos coordenadores da entidade, Sérgio Paulo  Aurnheimer. Em nota no site, a entidade diz que  "a reforma da previdência de Eduardo Paes também é um golpe contra a isonomia na carreira, criando uma diferenciação entre os antigos e os novos funcionários".

Segundo a assessoria de imprensa, essa interpretação está equivocada. A prefeitura, segundo o órgão, está apenas "cumprindo a Constituição" e buscando a "saúde financeira do fundo de previdência", o que garantirá verba para cumprir com seus compromissos com os servidores que estão aposentados e que se aposentarão.

A rede municipal de ensino tem 38 mil professores e atende 750 mil estudantes, segundo a secretaria de Educação.

veja também