MENU

Professores fazem paralisação de 24 horas na Bahia

Professores fazem paralisação de 24 horas na Bahia

Atualizado: Terça-feira, 27 Julho de 2010 as 4:18

Professores do Estado da Bahia e da rede municipal de Salvador fazem paralisação de atividades nesta terça-feira (27). As duas redes têm, no total, cerca de 1,3 milhão de alunos e 45 mil professores.

Os professores da rede estadual reivindicam ressarcimento de 10,8% nos salários, referentes a perdas ocorridas durante o processo de criação da Unidade Real de Valor (URV), na transição do cruzeiro para o real, em 1994.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), que representa as duas redes, professores fizeram uma manifestação em frente ao fórum Ruy Barbosa, em Salvador. Essas paralisações de 24 horas da categoria ocorrem, mensalmente, desde março.

Os professores da rede municipal de Salvador, segundo o sindicato, fazem paralisação pela celeridade na votação pela Câmara Municipal do aumento salarial, acordado com a prefeitura em maio e enviado à Câmara na última semana. Pela negociação, os reajustes serão de 11% a 17%.

Segundo a Procuradoria Geral do Estado, o pagamento das diferenças decorrentes da conversão aos servidores do poder executivo depende de julgamento final sobre Recurso Extraordinário interposto em 2004 no Supremo Tribunal Federal (STF).

A última decisão foi dada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) acerca de outro recurso, também, impetrado em 2004. De acordo com a procuradoria, o Estado aguarda definição final sobre a questão.

As secretarias de Educação do estado e do município não têm balanços sobre o número de professores que participam da paralisação. De acordo com a secretaria municipal, a maioria das escolas funciona normalmente. O G1 aguarda posicionamento da prefeitura de Salvador sobre o aumento salarial dos professores.

veja também