MENU

Projeto "Pedalando e Aprendendo" pretende conter a evasão escolar

Projeto "Pedalando e Aprendendo" pretende conter a evasão escolar

Atualizado: Sexta-feira, 29 Agosto de 2008 as 12

Contribuir para diminuir a evasão escolar nas regiões carentes de pequenos municípios do Estado e oferecer capacitação profissional aos alunos da rede estadual de ensino para montagem e manutenção de bicicletas, como instrumento de geração de trabalho e renda. Estes são os objetivos do Programa “Pedalando e Aprendendo” do Fundo de Solidariedade do Estado de São Paulo, que foi lançado nesta quarta-feira, dia 27 de agosto, na sede da Fiesp, em São Paulo.

A coordenação do programa é de Monica Serra, esposa do governador José Serra. Sob sua coordenação, a equipe técnica analisou a evasão escolar para definir os critérios e as definições dos municípios paulistas que serão beneficiados.

“Inicialmente, o Fundo de Solidariedade irá doar bicicletas e capacetes de segurança aos 20 municípios mais pobres do Estado de São Paulo, com até cinco mil habitantes. A entrega das bicicletas contemplará alunos de 11 a 14 anos, cuja renda familiar não ultrapasse dois salários mínimos. Além disso, a criança precisa morar a pelo menos dois quilômetros da escola, ou de onde o transporte público passa, e deve estar matriculada em escolas públicas com freqüência comprovada”, expôs Monica.

Profissionalização

Os jovens de 14 a 17 anos participarão de um curso profissionalizante, elaborado e monitorado pelo Senai-SP (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo). O curso terá duração de 100 horas e, após a conclusão, os participantes estarão aptos a montar e dar manutenção de bicicletas.

Todos os alunos que concluírem o curso receberão certificado do Senai-SP. O curso ensinará conceitos básicos de mecânica, além de noções de cidadania, ética e empreendedorismo. Os municípios que participarão nesta primeira fase serão: Lorena, Santos, São Paulo, Sorocaba e Ubatuba.

Doação de Bicicletas:

Fussesp

tel.: (11) 2588-5921

veja também