MENU

Regras para preenchimento de bolsas remanescentes do Prouni publicadas

Regras para preenchimento de bolsas remanescentes do Prouni publicadas

Atualizado: Terça-feira, 30 Agosto de 2011 as 2:19

O MEC (Ministério da Educação) divulgou no Diário Oficial da União as normas para concessão das bolsas do Prouni (Programa Universidade para Todos) do segundo semestre de 2011 que ainda não foram preenchidas. Os estudantes professores da rede pública de ensino regularmente matriculados em cursos de licenciatura, normal superior e pedagogia têm prioridade na ocupação das bolsas.

A seleção será feita nas próprias instituições de ensino, em duas etapas sucessivas: na primeira, a escolha será realizada conforme a classificação em vestibular próprio, para as turmas iniciadas no segundo semestre de 2011; depois, as que restarem poderão ser distribuídas conforme o desempenho acadêmico do estudantes na instituição em turmas que começaram antes do segundo semestre deste ano.

As instituições deverão emitir os Termos de Concessão de Bolsa dos estudantes beneficiados, no Sisprouni (Sistema Informatizado do Prouni), até as 23h59 do dia 16 de setembro.

O que era preciso para se candidatar no Prouni Para se candidatar no Prouni, era preciso ter tirado no mínimo 400 pontos na média das cinco notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2010 e não ter zerado a redação. O candidato não poderia ter feito nenhum outro curso superior.

Além disso, o aluno precisava cumprir pelo menos um dos seguintes critérios:

Ter feito todo o ensino médio na rede pública; Ter cursado em instituição particular, mas como bolsista integral; Ter feito parte do ensino médio na rede pública e parte na particular com bolsa integral; Ser portador de deficiência; Ser professor efetivo da rede pública de ensino e integrando quadro permanente de pessoal (que só poderão usar a bolsa para cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia). Como são as bolsas As bolsas integrais podem ser concedidas a quem tenha renda familiar mensal menor que um salário mínimo e meio. As parciais (25% e 50%) são destinadas àqueles que não tenham renda maior que três salários mínimos. O mapa mostra o total de bolsas oferecidas pelo programa.          

veja também