MENU

Secretaria de Educação dobra número de parcerias com empresas

Secretaria de Educação dobra número de parcerias com empresas

Atualizado: Quarta-feira, 3 Junho de 2009 as 12

O programa Empresa Educadora está crescendo. É o que mostra o levantamento feito pela Secretaria de Estado da Educação, que aponta aumento de 100% no número de parcerias entre empresas privadas e unidades da rede. Em 2007, somente 52 escolas participavam do projeto, esse número praticamente dobrou, chegando a 102 em 2009. O número de empresários parceiros também cresceu nesse mesmo período, de 29 para 48.

As empresas, após avaliação da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), órgão da Secretaria, auxiliam na ampliação, reestruturação ou modificação de escolas. Não existe um valor mínimo para investimento, e os recursos são repassados diretamente para a Associação de Pais e Mestres (APM) da escola. Em conjunto com a empresa, são decidas as prioridades, de acordo com as diretrizes educacionais da Secretaria de Estado da Educação.

Depois de um ano de projeto, a empresa recebe o Selo Empresa Educadora, outorgado pela Secretaria, reconhecimento como instituição ativa e socialmente responsável.

O programa de parceria empresa-escola, que hoje atinge cerca de 67 mil alunos, se espelha no projeto-piloto iniciado em 1991, implantado em três escolas estaduais da favela de Paraisópolis (zona sul). A partir dessa experiência, outros empresários foram envolvidos e estabeleceram parcerias com outras escolas. Em 2005, esse modelo foi formalizado pela Secretaria Estadual da Educação de São Paulo por meio do Projeto Empresa Educadora, que hoje abrange todas as regiões do estado.

Resultados positivos

Por intermédio das parcerias, as escolas estaduais ganham melhorias imediatas a médio prazo. Um bom exemplo é a escola estadual Bibliotecária Maria Luísa Monteiro da Cunha.

A lém de intervenção física, construção de sala de artes, teatro e música, ampliação da biblioteca e de seu acervo, a empresa parceira ajudou a promover a integração entre a escola e a comunidade, por meio da realização de eventos culturais, esportivos e também pela criação de uma caixa de sugestões, onde toda a comunidade escolar pode opinar.

veja também