MENU

SP cria mais de 9.500 vagas de ensino técnico e tecnológico

SP cria mais de 9.500 vagas de ensino técnico e tecnológico

Atualizado: Quarta-feira, 14 Maio de 2008 as 12

O governador José Serra anunciou nesta terça-feira, 13, os primeiros resultados do Programa de Expansão do Ensino Profissional do Estado de São Paulo. Criado no início de 2007, o programa tem como objetivos dobrar o número de Fatecs (de 26 para 52) e aumentar em 100 mil o número de matrículas nas Etecs (de 77 mil para 177 mil) até 2010.

De acordo com o balanço apresentado hoje, para o segundo semestre deste ano foram criadas mais de 6.500 vagas nas Etecs, o que representou um crescimento de 22,5% em relação ao primeiro semestre do ano passado. Nas Fatecs o salto foi ainda maior: mais de 3 mil novas vagas foram abertas nos cursos tecnológicos para o segundo semestre deste ano, um crescimento de 72% em relação ao primeiro semestre de 2007.  ?Esses números mostram a rapidez com que estamos perseguindo as nossas metas?, afirmou o governador José Serra.

Etec das artes

O anúncio ocorreu durante a inauguração do prédio que abrigará a nova Etec de Artes, no Parque da Juventude, zona norte da capital, onde funcionou o complexo penitenciário do Carandiru. ?Inicialmente a unidade vai oferecer cursos técnicos de música e dança e, no próximo ano, teremos cursos de apoio a espetáculos como iluminação, figurino e maquiagem?, adiantou Serra. Ele afirmou que a grade dos cursos tem sido feita em parceria com a Fundação Padre Anchieta. ?Os cursos técnicos garantem mais emprego em menos tempo na sala de aula e mais especialização profissional?, afirmou Serra.

Já o vice-governador e secretário de Desenvolvimento, Alberto Goldman, reiterou que os cursos criados estão em sintonia com a demanda da economia paulista e abrem espaço para o fortalecimento do Estado no cenário internacional. ?O plano de expansão foi criado a partir da análise da situação da economia paulista que apontou a necessidade de formação de mão-de-obra. Esse processo é fundamental para que o Estado de São Paulo entre no processo de competitividade, principalmente dos produtos que vendem no exterior?, frisou Goldman.

Plano de carreira

Na ocasião, o governador também sancionou a lei que cria o Plano de Carreiras dos Servidores Docentes e Técnicos Administrativos do Centro Paula Souza, autarquia que coordena as Etecs (Escolas Técnicas) e Fatecs (Faculdades de Tecnologia).

Serra destacou que a iniciativa tem três objetivos: permitir, com a expansão, o crescimento ordenado da autarquia; melhorar a qualidade dos cursos oferecidos; e garantir o reajuste dos funcionários.  ?É legítimo que os funcionários reivindiquem e por isso estamos dando um reajuste médio da hora-aula de 49%?, frisou Serra. Além disso, com o plano, o governo estadual corrige uma distorção no salário dos técnicos administrativos com base no tempo de serviço. ?O salário desses técnicos será corrigido entre 10% a 40%?, afirmou Serra. O aumento é  retroativo a 1º de abril

O Plano foi enviado à Assembléia Legislativa em março e aprovado no último dia 16, com o propósito de garantir a reconhecida qualidade de ensino nas Etecs e Fatecs.  A partir da sanção, a lei cria 22.053 cargos públicos para docentes, auxiliares de magistério e técnicos administrativos, determina os pré-requisitos para o preenchimento desses cargos, incorpora gratificações e cria reajuste de acordo com o tempo de serviço para o pessoal administrativo. Os novos funcionários vão se somar aos 9.391 que hoje compõem o quadro do Centro Paula Souza.

O preenchimento da maior parte dos cargos será feito por meio de concurso. ?Vamos contratar uma empresa especializada para iniciar o processo de concurso urgentemente. Em breve, realizaremos esse concurso?, informou a superintendente do Centro Paula Souza, Laura Laganá. Segundo ela, um mapeamento foi concluído e apontou a necessidade de cada unidade do Centro Paula Souza em todo Estado.

veja também