MENU

TCU condena ex-secretário do MEC a devolver mais de R$ 381 mil aos cofres públicos

TCU condena ex-secretário do MEC a devolver mais de R$ 381 mil aos cofres públicos

Atualizado: Quinta-feira, 26 Novembro de 2009 as 12

O TCU (Tribunal de Contas da União) condenou o ex-secretário de Educação a Distância do MEC (Ministério da Educação) e professor da UnB (Universidade de Brasília) João Carlos Teatini a devolver R$ 381.150,46 ao Tesouro Nacional por supostas irregularidades em contratos firmados em sua gestão, entre 2003 e 2004.

Segundo o TCU, Teatini usou verba pública para contratar a mesma empresa para prestar serviços de publicidade e propaganda e de editoração e impressão gráfica da revista TV Escola, causando uma ''seleção de proposta não vantajosa para secretaria''.

Em outro convênio, alega o TCU, o ex-secretário contratou, de forma irregular, uma fundação que fornecia empregados para a secretaria. Por conta das irregularidades, Teatini ainda terá de pagar multa de R$ 10 mil ao Tesouro Nacional - ainda cabe recurso da decisão.

Teatini não foi encontrado pelo R7 para comentar o caso - sua secretária, que anotou o recado, não soube informar se ele estava dando aulas na faculdade hoje.

veja também