MENU

Unicamp vai eliminar quem estiver portando celular durante vestibular

Unicamp vai eliminar quem estiver portando celular durante vestibular

Atualizado: Sexta-feira, 4 Novembro de 2011 as 9:53

Quem for pego com celular, mesmo desligado, será

eliminado do vestibular da Unicamp (Foto: Paulo

Toledo Piza/G1) Quem for prestar o vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) não poderá entrar nos locais de prova portando telefone celular, mesmo que o aparelho esteja desligado.A universidade diz que o candidato que for pego com celular, mesmo desligado, durante a realização das provas, será eliminado do vestibular. É a primeira vez que a Unicamp adota esta medida. Relógios analógicos (de ponteiro) serão permitidos, mas os digitais também estão proibidos, assim como outros aparelhos eletrônicos.

A Unicamp divulgou nesta sexta-feira (4), no site os locais de prova dos candidatos ao vestibular 2012. Para consultar o local de prova, o candidato deve acessar o site da Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) e digitar o nome ou o número de inscrição no vestibular. A prova da primeira fase será realizada no dia 13. Este ano, 61.500 candidatos se inscreveram no processo seletivo da Unicamp, um recorde na história da instituição que completa 45 anos de sua fundação. Eles vão disputar 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Famerp - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.

A Unicamp realiza as provas do em 22 cidades do Brasil: Bauru, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Jundiaí, Limeira, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba e Sumaré.

Unicamp completou 45 anos no início de outubro

(Foto: Divulgação) A prova da primeira fase tem duas partes: redação, em que o candidato será solicitado a produzir três textos de gêneros diversos, todos de execução obrigatória, e a parte de conhecimentos gerais, com 48 questões de múltipla escolha, baseadas nos conteúdos das diversas áreas do conhecimento desenvolvidas no ensino médio. O candidato deverá completar a prova em até cinco horas e não poderá deixar a sala de provas antes de 3h30 de exame.

Prova começa às 13h no horário local

A prova começa às 13h, e a recomendação é que os candidatos estejam nos locais de prova ao meio-dia. Importante: nos estados onde não há horário de verão, a Unicamp seguirá o horário local e não o horário de Brasília.

Na primeira fase, os candidatos deverão levar o original do documento indicado na inscrição, uma foto 3x4 tirada em 2011 (com nome e número de inscrição anotados no verso), caneta esferográfica de cor preta em material transparente, lápis preto, borracha, uma pequena régua transparente e compasso. É vedada a utilização de aparelhos celulares ou quaisquer outros equipamentos eletrônicos, relógios digitais, corretivo líquido, lapiseira, bandana/lenço, boné, chapéu, ou outros materiais estranhos à prova. O candidato poderá usar relógio analógico para controlar o tempo.

A lista dos aprovados na primeira fase sairá no dia 20 de dezembro. A segunda fase será  realizada nos dias 15, 16 e 17 de janeiro de 2012. As provas de habilidades específicas, para os cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais, dança e música vão ser realizadas em Campinas entre os dias 23 e 26 de janeiro de 2012. A primeira chamada será divulgada dia 6 de fevereiro e a matrícula dos convocados em primeira chamada deverá ser feita no dia 9 de fevereiro.

Vestibular da Unicamp  (Foto: Raul Zito/G1) Medicina é o mais concorrido

Com 114,4 candidatos por vaga, o curso de medicina é o mais concorrido do vestibular 2012 da Unicamp. Com 110 vagas disponíveis, medicina registrou 12 584 inscritos, uma procura 10,1% maior em relação ao vestibular passado, que teve 11.428 concorrentes.

Em segundo lugar aparece o curso de arquitetura e urbanismo (Noturno) da Unicamp, com 82,0 candidatos por vagas. Serão 2.461 estudantes disputando 30 vagas no vestibular. O terceiro curso mais concorrido também é de medicina, mas para a Faculdade de Medicina e Enfermagem de São José do Rio Preto (Famerp), que também faz parte do vestibular promovido pela Unicamp, com 68,7 candidatos por vaga.

De acordo com a Unicamp, a relação candidatos por vaga geral subiu de 16,6 no vestibular passado para 17,9 nesta edição.          

veja também