MENU

Universidade cearense aposta em articulação acadêmica para melhorar a graduação

Universidade cearense aposta em articulação acadêmica para melhorar a graduação

Atualizado: Quarta-feira, 11 Junho de 2008 as 12

A Universidade Federal do Ceará (UFC) deu início a projeto de articulação acadêmica entre graduação e pós-graduação.  A proposta é elevar a qualidade acadêmica dos cursos de graduação da UFC com a participação efetiva de alunos de doutorado e de mestrado, especialmente em aspectos relacionados ao ensino e à aprendizagem; formar professores universitários e incentivar o intercâmbio entre as duas etapas de ensino acadêmico.

Desde maio, estudantes de mestrado e de doutorado atuam como tutores em iniciativas para melhorar o ensino de graduação. Eles aplicam um questionário aos professores efetivos e substitutos de disciplinas obrigatórias nos dois primeiros anos dos cursos, onde estão concentrados os maiores índices de evasão e reprovação.

Segundo Inês Mamede, coordenadora de projetos e acompanhamento curricular da Pró-Reitoria de Graduação da UFC, o questionário é um instrumento a ser utilizado ao longo dos quatro anos do projeto e representa um passo inicial no levantamento de dados relativos à graduação. ''Servirá de base para definirmos, até o final de julho, as linhas de ação'', disse.

Os tutores dedicarão 12 horas semanais ao projeto - serão até seis horas de atividades em sala de aula, no acompanhamento do trabalho do professor. Eles também participarão de plantões virtuais, acompanharão grupos de estudo, promoverão seminários, minicursos, oficinas de escrita e farão a articulação com os bolsistas de projetos da graduação.

Para este ano, estão previstas 20 bolsas de mestrado (R$ 1,2 mil)  e 50 de doutorado (R$ 1,8 mil). Para os próximos quatro anos, pretende-se oferecer 200 bolsas de mestrado e 350 de doutorado.

Realizado em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), o projeto da UFC integra as ações do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni). Mais informações pelo telefone 85 3366-9943.

veja também