MENU

Virou novela: contratação de Nilmar pode ter capítulo decisivo nesta terça

Contratação de Nilmar pode ter capítulo decisivo nesta terça

Atualizado: Terça-feira, 31 Janeiro de 2012 as 11:24

A terça-feira promete ser de agitação nos bastidores do São Paulo. O clube tenta viabilizar o acerto com o atacante Nilmar, do Villarreal (ESP) que, por sua vez, espera aproveitar o última dia da janela de transferências na Europa para contratar um substituto para o camisa 7. Nesta segunda-feira, enquanto o empresário do atleta, Orlando da Hora, ficou em Barretos (SP) para resolver problemas particulares, houve uma nova conversa entre o diretor de futebol do Tricolor, Adalberto Baptista, e o advogado do jogador, André Ribeiro.


O acerto salarial entre as partes ainda não está totalmente equacionado. Outro fator que precisa de ajustes é a forma de pagamento ao clube espanhol.


A negociação envolvendo os dois clubes envolve € 10 milhões (R$ 23 milhões) e seria paga em duas frentes: uma parte de recursos próprios do clube, que poderia até ter a ajuda de investidores, e a outra do MOP, um fundo denonimado "My Own Player" (meu próprio jogador em português), que investiria para colocar o jogador no Morumbi e depois sairia no mercado vendendo cotas para recuperar o que gastou. Até que isso aconteça, esse fundo seria dono de parte dos direitos econômicos do atleta. Neste modelo de negociação, qualquer pessoa pode investir. Além disso, o São Paulo precisa apresentar as garantias bancárias ao Villarreal.


Casos de Henrique e Bruno Uvini também podem ter soluções nesta terça
Além da novela Nilmar, outros dois casos poderão ter um desfecho. O zagueiro Bruno Uvini interessa ao Tottenham (ING), que poderia pagar até € 4 milhões (R$ 9,2 milhões) pelo atleta. Outro que ainda pode sair é o atacante Henrique, que tinha tudo acertado para atuar por emprestimo no Queens Park Rangers (ING). No entanto, a Federação Inglesa vetou o modelo da negociação e as partes ainda buscam um acordo para uma negociação em definitivo. No molde anterior, os direitos do atleta estavam avaliados em € 6 milhões (R$ 13,8 milhões).

veja também