Torcedor "barra-brava" argentino é deportado ao tentar entrar no Brasil para a Copa

Torcedor "barra-brava" argentino é deportado ao tentar entrar no Brasil para a Copa

Fonte: Globoesporte.comAtualizado: terça-feira, 10 de junho de 2014 12:53
Mais de 200 policiais estrangeiros estão no Brasil para cooperar com a Polícia Federal
Mais de 200 policiais estrangeiros estão no Brasil para cooperar com a Polícia Federal

Mais de 200 policiais estrangeiros estão no Brasil para cooperar com a Polícia FederalUm torcedor argentino foi deportado nesta segunda-feira ao tentar entrar no Brasil para a Copa do Mundo. De acordo com a Polícia Federal, ele faz parte de uma lista de 2.100 nomes de pessoas envolvidas em atos de violência em estádios de futebol que foi repassada às autoridades brasileiras pela polícia argentina por meio de um programa de cooperação internacional.

Raul Daniel Attardo, de 45 anos, é da cidade de Rosário e torcedor do clube Rosário Central. Ele chegou ao Brasil na manhã de segunda-feira, no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e foi identificado ao tentar passar pelo posto de imigração. No período da tarde, o torcedor foi colocado em um avião de volta para a Argentina.

Nas últimas semanas, a Polícia Federal reforçou o controle em todos os postos de fronteira para impedir a entrada de torcedores indesejados no país no período da Copa do Mundo. No último sábado, um estadunidense condenado por crime sexual também foi barrado no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

O programa de cooperação internacional da PF integra policiais de todos os países participantes da Copa do Mundo, que já estão no Brasil para colaborar com as autoridades nacionais no monitoramento de torcedores estrangeiros.

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições