Valdívia volta ao Palmeiras, treina e deve dar entrevista amanhã

Fonte: Globoesporte.comAtualizado: quarta-feira, 6 de agosto de 2014 18:13

valdiviaO Mago apareceu. Após o empresário Wagner Ribeiro garantir que Valdiviajá estava no Brasil na última terça-feira, o jogador treinou pelo Palmeiras nesta quarta. Na Academia de Futebol, ele fez atividades físicas pela manhã, ao lado de Eguren e Rodolfo, ambos em recuperação. Os atletas que não foram relacionados para o jogo desta noite contra o Avaí, pela Copa do Brasil, fizeram movimentação em campo reduzido. As informações são da assessoria do Palmeiras.

O clube explicou ainda que o meia dará uma entrevista nesta quinta, às 13h, para esclarecer o caso de sua transferência não concretizada para o Al Furaijah, dos Emirados Árabes e o posterior "sumiço" de uma semana, sem informações para o Verdão, enquanto fazia turismo na Disney, nos Estados Unidos.

Wagner Ribeiro disse que vai acionar a Fifa contra o Al Furaijah. Segundo ele, o contrato do acordo entre Palmeiras, árabes e atleta foi assinado por todas as partes, mas posteriormente a transferência acabou desfeita por um "motivo ridículo". Ribeiro, porém, se recusa a dar detalhes sobre o tal motivo.

- Nós vamos à Fifa para que o Fujairah responda o motivo de dar o negócio como desfeito. O Valdivia vai dar uma entrevista para esclarecer tudo. Ele não fez nada errado. Estão criticando o Valdivia injustamente. Depois da Copa ele teria férias. O Palmeiras recebeu a proposta enquanto eu estava negociando com um time francês, em Paris. Depois, o Palmeiras aceitou e o Valdivia me disse que estava viajando. Interrompi as conversas, e ele viajou, foi apresentado, vestiu camisa, deu autógrafo e tirou foto. E os árabes lhe deram 15 dias de férias para se apresentar, e ele foi à Disney. Onde errou? Vou contratar o Marcos Motta (advogado) para entrar com uma ação contra o Fujairah, porque o contrato foi assinado por todas as partes e temos a cópia - disse.

Wagner Ribeiro ainda lembrou que Valdivia tem contrato até agosto de 2015 com o Verdão e agora promete analisar o contrato assinado com o Al Fujairah, com o advogado Marcos Motta.
Pelo acordo acertado no meio de julho, o meia seria vendido por 5,5 milhões de euros (R$ 16,6 milhões, sendo R$ 10,5 milhões do Verdão e o restante do conselheiro e investidor). Uma multa de 2 milhões de euros também seria paga ao Al Ain, ex-clube de Mago nos Emirados Árabes.

Apesar de o jogador ter se despedido dos torcedores do Palmeiras por meio de uma rede social, o clube paulista nunca anunciou a transferência. Tanto que ainda mantém o Mago em sua página oficial como um dos atletas do atual elenco comandado por Ricardo Gareca.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições