MENU

3,4 mil pessoas dormem em aeroportos de Paris

3,4 mil pessoas dormem em aeroportos de Paris

Atualizado: Terça-feira, 21 Dezembro de 2010 as 9:40

Cerca de 3,4 mil pessoas tiveram de passar a noite nos dois aeroportos de Paris diante do cancelamento de voos em função do temporal de neve que atinge a Europa, enquanto o tráfego aéreo permanece bastante afetado também na Alemanha e no Reino Unido.

A ministra de Ecologia da França, Nathalie Kosciusko Morizet, explicou em entrevista à emissora de rádio "France Info" que cerca de 3 mil passageiros tinham pernoitado nos terminais do aeroporto de Roissy Charles de Gaulle e 400 no de Orly, além de outras centenas nas estações de trem da capital.

O tráfego aéreo ficou suspenso em Frankfurt desde cedo nesta terça-feira após uma nova nevasca que forçou a suspensão de pousos e decolagens no aeroporto de maior movimento na Europa continental.   A empresa Fraport, gerenciadora do aeroporto de Frankfurt, foi surpreendida pela nova nevasca, pois desde segunda-feira havia previsões de que a neve diminuiria.

Esta nova interrupção do trágico aéreo em Frankfurt sucede à jornada de relativa normalidade de ontem, em que remeteram os atrasos e cancelamentos nos principais aeródromos da Alemanha.

A neve e as baixas temperaturas que se registram no Reino Unido seguem causando problemas na rede de transporte, principalmente nos aeroportos, que se viram obrigados a cancelar e atrasar voos.

No Reino Unido, o aeroporto mais afetado é o de Heathrow, onde inúmeras pessoas voltaram a pernoitar após ver seus voos cancelados, enquanto o de Gatwick (ao sul de Londres) permaneceu fechado nesta madrugada e só começou a operar ao amanhecer.

A companhia aérea British Airways (BA) informou nesta terça-feira que haverá transtornos significativos no Heathrow devido ao fechamento da pista secundária deste aeroporto, o principal da Europa.

"Como a segunda pista do aeroporto não está disponível pelo contínuo mau tempo, fizemos um significativo número de cancelamentos, especialmente nos (voos) de curta distância", assinalou a companhia em comunicado emitido nesta terça-feira.    

veja também