MENU

Aberta nova investigação judicial contra ex-primeira-ministra

Aberta nova investigação judicial contra ex-primeira-ministra

Atualizado: Quinta-feira, 13 Outubro de 2011 as 1:57

O serviço de segurança ucraniano (SBU) anunciou nesta quinta-feira (13) a abertura de uma nova investigação judicial contra a opositora e ex-primeira-ministra Yulia Timoshenko por uma suposta malversação de US$ 405 milhões de fundos públicos no final dos anos 1990.

Na terça-feira, Timoshenko foi condenada a sete anos de prisão por abuso de poder.

Imagem de celular mostra Yulia Timoshenko no tribunal, em Kiev, nesta terça-feira (11) (Foto: AP)

  Os partidários de Timoshenko anunciaram seu plano de questionar esta decisão em apelação e perante a justiça europeia, ao mesmo tempo em que convocaram a luta contra o autoritarismo na Ucrânia .

A justiça também ordenou que a opositora pague US$ 200 milhões à empresa pública de hidrocarbonetos Naftogaz para reembolsar as perdas ocasionadas pela empresa de contratos com a Rússia em 2009, quando era primeira-ministra.

Detida provisoriamente desde agosto, a opositora era julgada por assinar estes acordos sem autorização do governo que liderava na época.          

veja também