MENU

Al-Qaeda queria atacar aeroporto de Londres, diz documento vazado

Al-Qaeda queria atacar aeroporto de Londres, diz documento vazado

Atualizado: Segunda-feira, 25 Abril de 2011 as 1:48

A rede terrorista da al-Qaeda chegou a iniciar os preparativos para cometer um atentado no aeroporto londrino de Heathrow, com a mesma estratégia do ataque de 11 de setembro, segundo documentos revelados pelo WikiLeaks e publicados nesta segunda-feira (25) pelo site da revista alemã "Der Spiegel".

O "cérebro" dos atentados de 2001 nos Estados Unidos e número três da al-Qaeda, Khalid Sheik Mohamed, formou em 2002 células para preparar este ataque, segundo relatórios secretos do Pentágono aos quais a revista teve acesso.

A ideia era desviar um avião pouco depois da decolagem e jogá-lo contra um dos próprios terminais de Heathrow, um dos principais aeroportos da Europa.

Khalid Sheikh Mohammed em foto de arquivo (Foto: Reuters)

  Com este objetivo, foi montada primeiro uma célula terrorista na Grã-Bretanha para que acompanhasse no Quênia um curso de pilotos. Um segundo grupo tinha como missão recrutar "mártires" em potencial para participar do atentado.

Segundo o depoimento do paquistanês Khalid Sheik Mohamed, obtido pela CIA, a al-Qaeda abordou o plano no mais alto nível em várias ocasiões. Alguns membros da organização de Osama bin Laden chegaram a propor uma infiltração entre os funcionários do aeroporto.

Responsável operacional dos atentados de 11 de setembro de 2001, Khalid Sheik Mohamed deu a ordem no final de 2001 para que se atacassem "os edifícios mais altos da Califórnia" com aviões, segundo a mesma fonte.

Vários veículos da mídia tiveram acesso aos documentos judiciais americanos que descrevem a trajetória de 779 pessoas que passaram pela prisão militar de Guantánamo, em Cuba, desde 2002.

Khalid Sheik Mohamed foi detido no Paquistão em 2003, e permanece em Guantánamo.      

veja também