MENU

Aluna expulsa por usar véu islâmico na aula causa polêmica na Espanha

Aluna expulsa por usar véu islâmico na aula causa polêmica na Espanha

Atualizado: Quinta-feira, 22 Abril de 2010 as 12

Uma estudante muçulmana espanhola foi expulsa de seu colégio, no subúrbio de Madri, por usar em classe o hijab, véu islâmico. A decisão provocou muita polêmica na Espanha.

O regulamento interno do colégio proíbe que os estudantes assistam aulas com a cabeça coberta - entram na proibição o véu islâmico, gorros, bonés e chapéus em geral.

Na terça, a direção da escola decidiu que não revisará seu regulamento. Amigas de Najwa Malha, estudante expulsa, foram às aulas usando o véu em protesto, segundo agências internacionais.

Associações muçulmanas na Espanha pretendem recorrer ao Tribunal Constitucional, pois o regulamento de um colégio 'não pode se colocar acima da lei' e impedir que uma aluna tenha acesso à educação. Autoridades regionais sugeriram transferir a garota para uma escola em que o uso do véu não seja proibido.

No governo, as opiniões divergem. Madri é governada pela direita, que apoia o colégio; alguns ministros chegaram a se manifestar contra a decisão, apelando para o respeito, tolerância e respeito à educação laica. A ministra de Assuntos Sociais, Trinidad Jiménez, disse que não havia necessidade 'nem de probir, nem de regular' o assunto.  Já a ministra da Igualdade, Bibiana Aido, disse ser 'pessoalmente contra' o uso do véu pelas mulheres islâmicas.

veja também