MENU

Americano é acusado de pôr remédio de porco em café em restaurante

Americano é acusado de pôr remédio de porco em café em restaurante

Atualizado: Segunda-feira, 21 Novembro de 2011 as 2:42

Um funcionário de um restaurante em Toledo, no estado americano de Ohio, é acusado de ter colocado remédio para porcos no café que seria servido aos clientes.

Um colega seu acabou impedindo que a bebida fosse servida, segundo a polícia.

Edwin Ledgard, de 36 anos, chegou ao restaurante da rede Big Boy em que trabalhava na sexta-feira (18), entrou na cozinha e jogou no bule de café dois frascos de uma droga usada para tratar anemia em filhotes de porco.

Ele teria despejado o conteúdo de um terceiro frasco em um saleiro, e despejado o sal envenenado dentro do café.

Outro funcionário viu a atitude de Ledgard -que estava de folga no dia-, suspeitou e impediu que ele servisse o café. Depois, levou os frascos vazios para a polícia, que descobriu que se tratava de Dextran, um remédio para porcos.

Ledgard foi processado por tentar contaminar substância para consumo humano. Ele afirmou à polícia que teve um delírio de que deveria matar os clientes.      

veja também