MENU

Amigo de brasileira que caiu no rio, disse que não pode fazer nada

Amigo de brasileira que caiu no rio, disse que não pode fazer nada

Atualizado: Quinta-feira, 22 Setembro de 2011 as 10:57

As autoridades japonesas continuavam buscando nesta quinta-feira (22) a brasileira Erika Inomata, de 34 anos, desaparecida após cair em um rio durante a passagem do tufão Roke pelo Japão. Ao todo, dez pessoas já morreram vítimas da tempestade. Erika, de 34 anos, é natural de Santarém, no Pará, e tem quatro filhos, dois deles no Japão..

Ela estava com o colega Marcos Kanematsu, em um carro, sobre uma ponte, indo para a fábrica de copos de plástico onde os dois trabalham, em Ninobo, a 170 quilômetros a sudoeste da capital, Tóquio.

Como o trânsito estava parado por causa do tufão, eles decidiram seguir a pé pelo acostamento.

Mas eles não viram um vão na construção e caíram de uma altura de dez metros no rio.

Marcos foi arrastado por 300 metros pela água até ser localizado, na noite de quarta-feira. Na manhã desta quinta, ele finalmente foi resgatado de helicóptero.

Marcos postou uma mensagem em uma rede social falando sobre o incidente:

"Graças a Deus estou bem. Saí do hospital agora. Espero que encontrem a Erika, que está desaparecida. Vamos rezar."

O correspondente da TV Globo em Tóquio, Roberto Kovalick, falou por telefone com Marcos.

"Eu escutei ela gritando na hora que nós caímos. Na hora que eu consegui colocar a cabeça fora da água, eu escutei ela gritando umas três vezes, depois eu não escutei mais nada", relatou.

Questionado sobre o que ela gritou, respondeu:

"Ela gritou meu nome. Não dava para enxergar nada ali, a onda, não dava para fazer nada."

Um tio de Erica afirmou que as buscas continuavam.            

veja também