MENU

Amy teria comprado o equivalente a R$3 mil em drogas antes de morrer

Amy teria comprado o equivalente a R$3 mil em drogas antes de morrer

Atualizado: Segunda-feira, 1 Agosto de 2011 as 3:48

Amy Winehouse (foto de arquivo)     Um viciado em heroína e crack disse ao jornal britânico "Daily Mirror" que ajudou Amy Winehouse a comprar as drogas na noite de 23 de julho, no mesmo dia que ela foi encontrada morta em sua casa, em Londres. De acordo com Tony Azzopardi, Amy teria gasto 1,2 mil libras (o equivalente a cerca de 3 mil reais).

Tony, de 56 anos, disse  que quer pocurar a família de Amy para dizer o que realmente aconteceu. Ele foi apresentado a Amy por seu ex-marido, Blake Fielder-Civil, preso por roubo e porte ilegal de arma.

O homem disse que encontrou com Amy perto de um pub no fim da noite de 22 de julho. Ela teria pedido para ele ajudá-la a arranjar algumas drogas. Ambos pegaram um táxi e Tony fez uma ligação para um traficante local para conseguir a mercadoria. Depois da compra, ambos teriam consumido heroína. Horas depois, Amy Winehouse foi encontrada sem vida em sua casa.

A polícia, no entanto, alega que não encontrou no quarto de Amy apetrechos usados para o consumo de drogas. Já a família da cantora acredita que ela morreu por abstinência de álcool.        

veja também