MENU

Após enchentes, Tailândia manda abrir as eclusas de Bangcoc

Após enchentes, Tailândia manda abrir as eclusas de Bangcoc

Atualizado: Quinta-feira, 20 Outubro de 2011 as 10:12

A primeira-ministra da Tailândia , Yingluck Shinawatra, ordenou nesta quinta-feira (20) a abertura de todas as eclusas que regulam as vias fluviais e canais da capital, Bangcoc, para escoar o mais rápido possível a água acumulada no norte da cidade após as enchentes dos últimos dias.

"Decidi pedir a Bangcoc que abra as eclusas, o que pode provocar inundações, para drenar a água para o mar o mais rápido possível", explicou a primeira-ministra, após várias semanas de luta contra grandes inundações, as mais graves registradas no país em décadas.

A premiê afirmou que as autoridades devem decidir as áreas da capital para a retirada da água.

Mulher empurra seus cães em tanque de plástico em rua inundada em Nonthaburi,

 no norte de Bangcoc, capital da Tailândia, nesta quinta-feira (20) (Foto: AP)

  O governo, que enfrenta o primeiro grande teste desde a posse em agosto, luta para impedir que as águas invadam a capital, donde os diques foram reforçados com sacos de areia para proteger o centro de negócios e os aeroportos.

Gigantescas massas de água se acumularam em uma grande planície ao norte da capital e alagam parte da periferia.

As inundações, provocadas por uma temporada de chuvas acima do normal, já provocaram 320 mortes e deixaram três desaparecidos.

O governo enfrentava o dilema de aliviar as regiões norte e leste e provocar a inundação de parte de Bangcoc ou de preservar a capital a qualquer custo. Até o momento, o centro da cidade não foi afetado e os dois aeroportos funcionam normalmente.

A oposição pediu na quarta-feira que o governo declarasse estado de emergência, o que daria mais poderes aos militares e permitiria, entre outras medidas, as retiradas forçadas e a proibição de circulação em algumas estradas.

O governo não atendeu a medida.          

veja também