MENU

Após explosão, refinaria da Petrobras na Argentina paralisa atividades

Após explosão, refinaria da Petrobras na Argentina paralisa atividades

Atualizado: Quarta-feira, 10 Agosto de 2011 as 1:50

Uma refinaria da Petrobras de Bahía Blanca, no sul da Argentina, paralisou suas atividades depois que uma explosão deixou um funcionário morto e outro ferido na madrugada desta quarta-feira (10). A unidade está instalada no principal polo petroquímico da Argentina.

Segundo uma nota da Petrobras, o incidente ocorreu à 1h, e o funcionário ferido foi transferido para o Hospital Municipal de Bahía Blanca.

Segundo a agência de notícias France Presse (AFP), o operário falecido foi identificado como Adrián Valente, de 44 anos, enquanto Miguel Graciano, de 42, foi hospitalizado com queimaduras.

"A explosão aconteceu na sala em que os dois trabalhadores estavam descansando. Aconteceu alguma condensação de gás, que ainda não foi determinada, e a partir de alguma faísca aconteceu a explosão que destruiu a sala", disse à AFP Eduardo Conghos, subsecretário de Gestão Ambiental da localidade.

Sobre a refinaria

De acordo com a Petrobras, a refinaria Ricardo D. Eliçabe, de Bahía Blanca, é uma das mais modernas da Argentina . A capacidade de processamento de petróleo da refinaria é de 30.500 barris diários.

Entre os principais produtos estão a nafta super, nafta normal, nafta super 97 SP, matérias-primas para a produção de solventes e produtos petroquímicos, querosene, óleo diesel, óleos combustíveis, produtos para asfalto, propano, propileno e butano, entre outros.

A localização da refinaria serve para o abastecimento, por via marítima, do petróleo proveniente do sul do país ou do mercado internacional. De acordo com informações do site da Petrobras, a refinaria possui geração elétrica própria e atende aos mais altos padrões de segurança, preservação do meio ambiente e qualidade.            

veja também