MENU

Assassino que participou de "namoro na TV" será executado

Assassino que participou de "namoro na TV" será executado

Atualizado: Quarta-feira, 10 Março de 2010 as 12

A Justiça do Estado americano da Califórnia recomendou que o homem que participou de um programa de namoro na TV seja executado pelo assassinato de quatro mulheres e uma criança. Rodney Alcala, 66 anos, foi condenado pelas mortes de Robin Samsoe, Jill Barcomb, Georgia Wixted, Charlotte Lamb e Jill Parentau, em Los Angeles, no final da década de 1970. Antes de ser disso, ele havia participado do programa The Dating Game , da ABC .

Um dos participantes do programa lembrou do homem que fez o papel de um dos "solteirões". "Sim, eu me lembro muito claramente. Ele era assustador. Definitivamente assustador", disse Jed Mills, que sentou ao lado de Alcala em 1978. O assassino foi condenado no último dia 25 por assassinato, sequestro e ofensas sexuais. Os crimes aconteceram em um campo de trigo nos subúrbios de Los Angeles, entre Burbank e El Segundo.

Na época dos assassinatos, ninguém sabia que o homem com aquele grande cabelo ondulado era um serial killer. Inclusive Mills, um ator veterano de TV que encontrou Alcala uma única vez - quando ambos apareceram no The Dating Game . Havia três "solteirões" no programa. Todos respondiam perguntas feitas pelas candidatas. A primeira foi direcionada a Alcala. "Qual é sua parte favorita do dia?", perguntou uma delas. "A noite", foi a resposta.

Meses após sua aparição no programa, Alcala se tornou um assassino, segundo os promotores. A primeira vítima foi uma menina de 12 anos, em 1979. Antes da década acabar, ele cometeria os outro quatro assassinatos, segundo testemunhas. No entanto, durante o programa, ele parecia simpático aos telespectadores e às pretendentes. "Era tudo fingimento. Ele se fazia passar por um homem atraente quando na verdade era um estuprador", disse a promotoria.

veja também