MENU

Ataque da Otan mata ao menos 90 no Afeganistão

Ataque da Otan mata ao menos 90 no Afeganistão

Atualizado: Sexta-feira, 4 Setembro de 2009 as 12

Um bombardeio das forças da Otan, que teria como objetivo atacar um grupo talibã no norte do Afeganistão, provocou a morte de 90 pessoas nesta sexta-feira, 4 de setembro, disse a polícia local às agências internacionais de notícias. Dezenas de pessoas com queimaduras foram levadas a um hospital da região.

A Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) da Otan anunciou que investiga as informações de que civis morreram no bombardeio contra os caminhões. "Noventa pessoas morreram e em sua maioria são talibãs. Foi um ataque aéreo das forças da Otan. "Uma pequena quantidade de vítimas é de civis locais, incluindo algumas crianças, que buscavam gasolina gratuita", declarou Mahbubullah Sayedi, porta-voz do governo de Kunduz.

O Exército alemão negou pouco antes que o ataque tivesse provocado vítimas civis e anunciou a morte de 56 talibãs no bombardeio.

Mas a polícia e o ministério da Saúde afegãos confirmaram as mortes de civis. As versãos conflitantes sobre o balanço de mortos são comuns no Afeganistão, especialmente quando envolvem civis. A ONU pediu uma profunda investigação sobre o bombardeio da Otan no norte do país.

O ataque aéreo teria como alvo um grupo que sequestrou dois caminhões-tanque carregados com combustível de avião, numa estrada da cidade de Angorbagh, distrito de Kunduz. O grupo teria sido bombardeado nas proximidades de um rio.

Com 51 mortos, o mês de agosto foi o mais violento para o Exército americano desde o início das operações no Afeganistão no fim de 2001, quando os talibãs foram derrubados do poder por uma coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos.

Agosto também foi um mês trágico para toda a coalizão internacional, que perdeu 77 soldados.

Com 310 mortos no total, 2009 já passou a ser o ano mais trágico para as tropas internacionais desde a invasão do Afeganistão em 2001. No ano passado morreram 294 soldados da coalizão.

veja também