MENU

Ataque da Otan mata pelo menos 20 soldados paquistaneses, diz governo

Ataque da Otan mata pelo menos 20 soldados paquistaneses, diz governo

Atualizado: Sábado, 26 Novembro de 2011 as 9:05

Vinte soldados paquistaneses morreram neste sábado (26) ao serem atacados por helicópteros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em um posto militar perto da fronteira com o Afeganistão, anunciaram autoridades militares paquistanesas.

Em represália por este ataque, realizado ao amanhecer, o Paquistão decidiu interromper os comboios de abastecimento para a Otan no Afeganistão que passam por seu território.

"Ao menos 20 soldados morreram, dois deles eram oficiais", indicaram fontes dos serviços de segurança da região, que informaram mais cedo sobre oito mortos.

Segundo autoridades locais, o número de vítimas pode ser ainda maior.

"Interrompemos os abastecimentos da Otan depois de receber ordens do governo federal", declarou Mutahir Hussain, funcionário de alto escalão da região tribal de Khyber, principal rota de acesso para os caminhões que abastecem as forças da Otan no Afeganistão.

Força Internacional de Assistência para a Segurança (Isaf) - missão da Otan no Afeganistão - admitiu o incidente, mas evitou dar detalhes.

"Estamos cientes de que houve um incidente. Estamos investigando o ocorrido e, enquanto não tivermos extraído conclusões, não vamos fazer comentários", disse um porta-voz da Isaf em Cabul, Jason Waggoner.

A ofensiva tende a azedar ainda mais as relações do Paquistão com os Estados Unidos, já deterioradas desde que Washington realizou uma ação em maio para matar Osama Bin Laden em território paquistanês.

"O primeiro-ministro Yousouf Raza Gilani condenou energicamente o ataque realizado pela Otan contra um posto militar paquistanês. Conforme as suas instruções, esta mensagem foi transmitida pelo ministério das Relações Exteriores à Otan e aos Estados Unidos nos termos mais fortes", afirmou a chancelaria em um comunicado.      

veja também