MENU

Atentado contra escritório da ONU no Paquistão deixa cinco mortos

Atentado contra escritório da ONU no Paquistão deixa cinco mortos

Atualizado: Segunda-feira, 5 Outubro de 2009 as 12

Pelo menos cinco pessoas morreram nesta segunda-feira, 5 de outubro, no atentado cometido por um terrorista suicida contra as instalações do Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas no paquistão, segundo a polícia.

Duas das vítimas eram mulheres paquistanesas; um iraquiano também está entre os mortos. Várias pessoas ficaram feridas.

Horas depois do ataque, a ONU fechou temporariamente seus escritórios no país.

O Paquistão luta há anos contra militantes islâmicos que realizam vários atentados em cidades que abrigam forças do governo e órgãos internacionais.

"Foi um atentado suicida", declarou à agência de notícias France Presse Bani Amin, inspetor geral adjunto da polícia de Islamabad. O ministro do Interior, Rehman Malik, disse que o autor do ataque estava usando uniforme da polícia paramilitar e entrou no escritório após pedir para usar o banheiro. Ele carregava 8 kg de explosivos.

O local, como todas as agências da ONU e as embaixadas em Islamabad, é protegido por um espesso muro à prova de explosões.

Pelo menos cinco pessoas morreram nesta segunda-feira, 5 de outubro, no atentado cometido por um terrorista suicida contra as instalações do Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas no paquistão, segundo a polícia.

Duas das vítimas eram mulheres paquistanesas; um iraquiano também está entre os mortos. Várias pessoas ficaram feridas.

Horas depois do ataque, a ONU fechou temporariamente seus escritórios no país.

O Paquistão luta há anos contra militantes islâmicos que realizam vários atentados em cidades que abrigam forças do governo e órgãos internacionais.

"Foi um atentado suicida", declarou à agência de notícias France Presse Bani Amin, inspetor geral adjunto da polícia de Islamabad. O ministro do Interior, Rehman Malik, disse que o autor do ataque estava usando uniforme da polícia paramilitar e entrou no escritório após pedir para usar o banheiro. Ele carregava 8 kg de explosivos.

O local, como todas as agências da ONU e as embaixadas em Islamabad, é protegido por um espesso muro à prova de explosões.

veja também