MENU

Atos nos 38 anos do golpe militar acabam em confrontos no Chile

Atos nos 38 anos do golpe militar acabam em confrontos no Chile

Atualizado: Segunda-feira, 12 Setembro de 2011 as 11:55

Uma menor ferida gravemente após ser baleada, 280 detidos e 40 policiais feridos foram o saldo dos atos que marcaram os 38 anos da morte de Salvador Allende e do golpe de Estado que instalou no Chile a ditadura de Augusto Pinochet, segundo um balanço oficial divulgado nesta segunda-feira (12).

"Tivemos uma noite não tranquila, foram mais de 350 os lugares onde ocorreram barricadas e bloqueios", afirmou o subsecretário do Interior, Rodrigo Ubilla.

Os distúrbios começaram na madrugada de sábado e se estenderam até a madrugada desta segunda-feira, deixando um saldo de 280 detidos e 40 policiais feridos em todo o país, acrescentou Ubilla.

Manifestante joga pedra contra tanque do Exército do Chile nesta segunda-feira (12) em Santiago (Foto: AP)

  Em Santiago, os distúrbios se concentraram em bairros periféricos e em alguns setores do centro da cidade, onde manifestantes levantaram barricadas incendiárias, enfrentaram a polícia e provocaram cortes no fornecimento de energia elétrica.

No município de El Bosque, no sul de Santiago, uma adolescente ficou gravemente ferida após ser baleada no estômago quando observava uma barricada, de acordo com testemunhas.

A comemoração do golpe de Estado que derrubou o governo do socialista Salvador Allende e instalou a ditadura de Augusto Pinochet, no dia 11 de setembro de 1973, é motivo todos os anos de atos de violência no Chile.        

veja também