MENU

Audiência do Grammy 2012 é a segunda maior da história

Audiência do Grammy 2012 é a segunda maior da história

Atualizado: Segunda-feira, 13 Fevereiro de 2012 as 6:57

iG São Paulo

Apresentação de Adele e tributo a Whitney Houston podem ter contribuído para o sucesso

A Academia da música norte-americana já pode comemorar: a audiência do Grammy 2012, realizado na noite deste domingo (12), foi a segunda maior da história e teve um aumento de 46% em relação ao ano passado. De acordo com a rede CBS, responsável pela transmissão da festa, 39 milhões de espectadores acompanharam a cerimônia pela TV. O total só perde para a edição de 1984, quando Michael Jackson venceu oito gramofones dourados pelo disco "Thriller".

Neste ano, Jackson não estava lá, mas havia motivos de sobra para atrair a atenção do público. Em primeiro lugar, o retorno de Adele aos palcos, que voltou a cantar após quatro afastada, por conta de uma cirurgia na garganta.

Além disso, a notícia de que os organizadores prepararam em menos de 24 horas um tributo a Whitney Houston, encontrada morta na noite de sábado, gerou curiosidade entre os telespectadores. Ao longo da transmissão, o rapper LL Cool J fez uma prece e Jennifer Hudson cantou "I Will Always Love You", música que se tornou marca-registrada da cantora, que tinha 48 anos.

Alicia Keys e Bonnie Raitt também citaram Houston na homenagem que fizeram para Etta James, que morreu no dia 20 de janeiro, aos 73 anos. "Como fomos lembrados ontem, quando um grande artista nos deixa, seu legado continua vivo", disse Keys.

Leia também: "Quem é Paul McCartney?" toma conta dos comentários pós-Grammy

A premiação, que se estendeu por três horas e meia, ainda teve números musicais de Foo Fighters, Paul McCartney, Bruce Springsteen, Rihanna, Coldplay, Bruno Mars e até o retorno da formação original dos Beach Boys.

Adele foi a grande vencedora do Grammy 2012. A cantora britânica de 23 anos ganhou nas seis categorias para as quais havia sido indicada, incluindo álbum ("21") e canção do ano ("Rolling in the Deep").

* com AFP

 


Continue lendo...

veja também