MENU

Avião derrapa, bate na torre de controle e mata piloto na Tailândia

Avião derrapa, bate na torre de controle e mata piloto na Tailândia

Atualizado: Terça-feira, 4 Agosto de 2009 as 12

As autoridades da Tailândia confirmaram nesta terça-feira, dia 4, a morte do piloto do avião que colidiu contra uma torre de controle que já não era mais usada do aeroporto da ilha turística de Koh Samui. O acidente deixou ainda cerca de dez pessoas levemente feridas.

Anteriormente, a imprensa local informou que o acidente havia deixado dez mortos.

O acidente ocorreu às 14h30 (4h30 no horário de Brasília). A aeronave, pertencente à empresa Bangkok Airways, aterrissou sob fortes chuvas no aeroporto e acabou derrapando na pista, informou Kanikka Kemawutanond, diretor-geral do Departamento de Aviação Civil tailandês.

Fontes sanitárias disseram à Agência Efe que ainda estavam identificando as pessoas que tinham sido levadas do local da colisão para o centro médico de Koh Samui.

Samui, localizada a 480 km ao sul de Bancoc, é uma ilha do golfo da Tailândia muito popular com turistas estrangeiros.

Kanikka afirmou que o avião ATR72 levava 68 passageiros, dois pilotos e dois tripulantes. O voo saiu de Krabi, outra região turística muito popular. A nacionalidade dos passageiros e tripulantes ainda não foi divulgada.

"O tempo estava ruim durante a aterrissagem com forte chuva e vento", disse.

O avião atingiu um prédio que era usado para controle de tráfego aéreo, mas atualmente era parte de uma estação de combate ao fogo, afirmou o major da polícia Sayan Sartsri.

"O grave dano foi na parte da frente onde o piloto estava. Parece que ele sofreu todo o impacto", disse Kanikka. "Nós ainda temos algumas pessoas presas no meio do avião, esperando serem retiradas", disse.

Kanikka afirmou que a pista do aeroporto Samui foi fechada após o acidente e ao menos um voo da Thai Airways foi cancelado.

Em 1990, um avião similar da Bangkok Airways bateu em um coqueiro próximo ao aeroporto sob fortes chuvas. Todos os 37 a bordo morreram.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também