MENU

Berlusconi não comparece a 3ª audiência do caso Ruby na Itália

Berlusconi não comparece a 3ª audiência do caso Ruby na Itália

Atualizado: Segunda-feira, 6 Junho de 2011 as 11:53

O primeiro-ministro da Itália , Silvio Berlusconi, evitou nesta segunda-feira (6) comparecer em Milão à terceira audiência do caso Ruby, no qual é acusado de prostituição de menor e abuso de poder.

O tribunal marcou a próxima audiência para 14 de junho com o objetivo de ouvir os advogados de defesa.

A audiência seguinte foi programada para 18 julho, data em que serão examinados os recursos apresentados pela defesa do político e empresário bilionário, que alegam que os juízes de Milão não têm competência para julgar o primeiro-ministro.

Karima Keyek, a Ruby, em foto de 13 de novembro

de 2010 (Foto: AFP)

  O magnata das comunicações não comparece às audiências do caso "Ruby", em que é acusado de prostituição de menor de idade.

Por outras acusações, entre elas corrupção e fraude fiscal, Berlusconi decidiu comparecer às audiências em abril, depois de ter evitado se apresentar à justiça por oito anos.

A situação judicial dele se complicou em janeiro, depois que Corte Constitucional anulou parcialmente a lei que lhe garantia imunidade, uma sentença que implicou a abertura de vários processos pendentes.

Berlusconi, de 74 anos, é acusado de ter pago pelos serviços sexuais de Ruby, apelido da jovem marroquina Karima el Mahrung, quando ela tinha 17 anos, e de ter atuado junto à polícia de Milão para obter a libertação da africana, depois que ela foi detida por roubo em 27 de maio de 2010.

Segundo os advogados de defesa, o premier atuou por razões "institucionais", por acreditar que a jovem era sobrinha do ex-presidente egípcio Hosni Mubarak. Assim, deveria ser julgado por uma instituição do Parlamento.          

veja também