MENU

Berlusconi vence voto de confiança na Câmara de Deputados na Itália

Berlusconi vence voto de confiança na Câmara de Deputados na Itália

Atualizado: Sexta-feira, 14 Outubro de 2011 as 2:03

O premiê da Itália, Silvio Berlusconi, conquistou nesta sexta-feira (14) um voto de confiança na câmara baixa do Parlamento da Itália, garantindo assim a continuidade do seu governo.     A vitória do primeiro-ministro já era esperada. O governo de Berlusconi teve 316 votos contra 301. O premiê de centro-direita pediu o voto de confiança após fracassar na aprovação de uma provisão orçamentária na terça. Na quinta, ele falou ao Parlamento e disse que a Itália não tem outra opção melhor que o seu governo , desgastado pela crise financeira e por uma série de escândalos sexuais.

O resultado era incerto até o último minuto nesta sexta, e mesmo alguns membros da coalizão de centro-direita expressaram incertezas, demonstrando nervosismo antes da votação.

Um parlamentar da coalizão, Francesco Nucara, disse à  Câmara que estava votando para salvar o governo pelo bem do país, mas expressou abertamente seu descontentamento com Berlusconi, sua forma de conduzir o governo de centro-direita e sua escolha de ministros.

O governo de Berlusconi tem sido manchado por escândalos, estagnação econômica e intensa pressão dos mercados financeiros.

Berlusconi foi obrigado a convocar a votação depois que sua coalizão, dividida e indisciplinada, sofreu um grande constrangimento quando fracassou em aprovar uma provisão orçamentária de rotina na terça-feira.

Segundo uma pesquisa da Reuters com 20 analistas na quinta-feira, a Itália já estava em recessão, mal conseguiu algum crescimento em 2012 e descumprirá as metas de déficit fiscal do governo.

Sua dívida soberana foi rebaixada no mês passado pela Standard & Poor's, Moody's e Fitch, e desde agosto o país vem dependendo do Banco Central Europeu para comprar títulos e impedir que os juros cheguem a níveis instáveis.

Caso perdesse a votação de hoje, Berlusconi teria de renunciar. O premiê já sobreviveu a mais de 50 moções durante três anos e meio de governo.

O premiê da Itália, Silvio Berlusconi, acena nesta sexta-feira (14) na Câmara de Deputados, em Roma (Foto: AP)        

veja também