MENU

Bolsas europeias fecham em alta com esperanças sobre crise da dívida

Bolsas europeias fecham em alta com esperanças sobre crise da dívida

Atualizado: Terça-feira, 29 Novembro de 2011 as 4:21

O principal índice das ações europeias fechou na máxima em uma semana nesta terça-feira (29), em meio a um baixo volume de negócios. O rali se estendeu pelo terceiro dia, amparado pelo dado positivo sobre a confiança do consumidor norte-americano e por esperanças de que as autoridades vão fazer progressos para conter a crise de dívida da zona do euro num encontro em curso nesta terça. O FTSEurofirst 300, que mede o desempenho dos mais importantes papéis do continente, subiu 0,75%, para 947 pontos, no maior patamar de fechamento desde 18 de novembro.

No ano, contudo, o índice ainda acumula queda de mais de 15%.

O último leilão de dívida italiana, ocorrido no início desta terça-feira, teve forte demanda, embora os custos de financiamento do país tenham batido novas máximas desde a introdução do euro.

"O mercado está se beneficiando do leilão italiano, que teve boa demanda, mesmo que (os rendimentos) tenham subido consideravelmente. Mais uma vez, há esperanças por alguma solução abrangente para os problemas da zona do euro", disse o chefe de pesquisa do BNP Paribas Fortis Global Markets, Philippe Gijsels, em Bruxelas.

"Mas tudo o que temos no momento são rumores e promessas. Se isso não evoluir para algo mais concreto, os mercados podem mais uma vez ficar muito decepcionados. Os líderes europeus têm outra chance de agirem juntos."

Nos Estados Unidos, o índice de confiança do Conference Board, um grupo industrial, saltou para 56,0 em novembro , ante leitura revisada para cima de 40,9 em outubro. É o maior patamar desde julho, que superou com folga previsões de economistas, que estimavam leitura de 44,0 em novembro.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em alta de 0,46%, a 5.337 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,95%, para 5.799 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 ganhou 0,46%, a 3.026 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,34%, para 14.627 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 avançou 0,1%, a 8.128 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 encerrou em alta de 0,19%, para 5.363 pontos.

veja também