MENU

Bombardeio mata 3 no complexo de Kadhafi em Trípoli, diz governo líbio

Bombardeio mata 3 no complexo de Kadhafi em Trípoli, diz governo líbio

Atualizado: Segunda-feira, 25 Abril de 2011 as 1:53

O ataque aéreo ao complexo residencial Bab al-Aziziyah, do ditador Muammar Kadhafi, matou três pessoas e feriu 45 na madrugada desta segunda-feira (25), segundo o governo líbio, mas Kadhafi está ileso e confiante.

O porta-voz Mussa Ibrahim classificou o ataque como um atentado contra a vida de Kadhafi. Segundo ele, funcionários e seguranças morreram.

Ibrahim classificou o ato de "terrorismo" e afirmou que Kadhafi não está se escondendo, mas está em um "lugar seguro".     Agências de notícias atribuem o ataque à Otan, o que ainda não foi oficialmente confirmado pela organização.

Os bombardeios derrubaram um prédio no interior do complexo, destruindo totalmente a instalação. As explosões ocorreram por volta da 0h10 local.

De acordo com a agêcia de notícia AFP, as detonações, com uma força inédita no centro da cidade, sacudiram o hotel onde estão os correspondentes da imprensa estrangeira em Trípoli.

A agência BBC disse que os ataques tiraram do ar, momentaneamente, três canais de TV.

O ditador da Líbia, Muammar Kadhafi, olha para seus óculos escuros em imagem mostrada nesta segunda-feira (25) pela TV estatal. Elas teriam sido tomadas horas depois do bombardeio ao local (Foto: Reuters)

Pessoas conversam próximo ao prédio do complexo Bab al-Aziziya, de Muammar Kadhafi, atingido pela explosão, em foto tirada em visita organziada pelo governo. (Foto: Louafi Larbi/AFP)

  Os bombeiros ainda trabalhavam para extinguir as chamas em uma parte do prédio destruído quando os jornalistas foram levados para uma visita organizada pelo governo para o local, de acordo com a agência Reuters.    Confrontos em Misrata

Em Misrata, 200 km ao leste de Trípoli, a calma parecia reinar nesta segunda, após intensos combates que permitiram um avanço dos rebeldes.

Durante várias horas, a cidade foi alvo de disparos de artilharia que provocaram explosões mais violentas que de costume.

Dez pessoas morreram e várias ficaram feridas nos bombardeios noturnos, todos civis, homens, mulheres e crianças.

As forças fiéis a Kadhafi também atacaram na noite de domingo, com foguetes Grad, a cidade de Zenten, ao sudoeste de Trípoli, em uma ação que deixou quatro mortos e nove feridos.

De acordo com moradores da cidade, de seis a oito foguetes do tipo Grad atingiram casas de Zenten.

Apesar das pressões internacionais para a queda de Kadhafi, o ministro argelino das Relações Exteriores, Murad Medelsi, afirmou nesta segunda-feira que são os líbios os que devem decidir se o dirigente tem que renunciar para resolver o conflito no país.      

veja também